É uma clássica série dos anos 50 onde o herói de máscara e chapéu pretos luta contra a tirania do Capitão Monastério e seu comandado Sargento Garcia.

Emissora: ABC.
Emissora no Brasil: TV Tupi, Rede Globo, SBT, Rede Record, Rede Tv!, Disney, Fox Kids, Jetix e Rede Brasil.
Transmissão Original: de 10 de Outubro de 1957 a 2 de Junho de 1959.
Duração: 30 minutos.
Temporadas: 2 (78 episódios).
Preto e branco e cores.
Companhias Produtoras: Walt Disney Productions.

A Série.


Após várias versões e adaptações, Zorro parecia ter encerrado sua carreira nas telas do cinema na década de 50. Por isso, acreditando que os lucros com seu personagem haviam se esgotado, Johnston McCulley vendeu os direitos autorais para seu amigo Mitchell Gertz, um agente teatral. Vendo a possibilidade de trazer Zorro de volta as telas, desta vez na televisão, Gertz apresentou seu personagem a Walt Disney em 1952. Disney se entusiasmou com a ideia mais não conseguia vender Zorro às emissoras porque eles insistiam em ver um filme piloto primeiro.

Durante meses a imprensa americana publicou notícias sobre conversações entre Disney e a rede ABC mas ambos os lados entraram em um impasse e Disney cancelou o projeto. Em seu lugar produziu a série Davy Crokett, estrelado por Fess Parker (Daniel Boone), que recebeu a honra de ser o primeiro herói vivo da Disney.

O sucesso foi tão grande que os lucros serviram para dar início a construção da Disneylândia. Porém, anos mais tarde, Walt precisou de mais dinheiro para continuar sua obra, desengavetou Zorro e o apresentou de novo a ABC que tendo em vista o sucesso de Davy Crockett comprou o projeto. A série estreou nos Estados Unidos no dia 10 de outubro de 1957, e ficou no ar por 82 episódios, alcançando uma excelente repercussão em todo mundo.

Em abril de 1961, devido a problemas entre a emissora ABC e a Disney, a série foi cancelada. Devido a problemas entre a NBC e Walt Disney a série foi cancelada. Com o fim do seriado, Guy passou a fazer aparições públicas, vestido como o personagem, em eventos na Disneylândia para manter a imagem de Zorro viva.

Para o vilão foi contratado Britt Lomond, que fez o Capitão Monastério participando dos 13 primeiros episódios da série. Outro vilão importante era o Sargento Garcia, o segundo em comando, interpretado por Henry Calvin, a ele eram destinadas as principais cenas cômicas do seriado.

Para dar uma maior autenticidade à série, Disney construiu uma verdadeira cidade. Nas lutas, eram utilizados espadas reais sem proteção, assim vários atores se feriram durante as cenas de luta com as espadas, caso do ator Tony Russell, que foi ferido no olho. O próprio ator Britt Lomond (Capitão Monastério) se feriu em uma luta com Zorro e carrega até hoje a cicatriz.

O personagem Cabo Reys interpretado por Don Diamond somente surgiria após a primeira temporada.

Vários atores foram testados para o papel do herói, inclusive Hugh O’Brian, John Lupton, Jack Kelly, Dennis Weaver e David Jansen. Em 18 de abril de 1957 o estúdio fez teste com um ator relativamente desconhecido, Guy Williams que mais tarde estrelou Perdidos no Espaço. Quando Walt viu os resultados, ele soube que tinha achado o seu Zorro. Williams além do salário recebia 2,5% dos lucros da série.

As músicas eram parte importante do trama do espetáculo, por isso o músico William Lava teve que criar várias canções para diferentes cenas do programa, pois essas pequenas canções surgiam quando os atores entravam em cena e ajudava a pressagiar as ações que viriam a seguir. A música tema da série foi composta por George Bruns, com letra de Norman Foster e acabou se convertendo num dos temas mais conhecidos de todos os tempos.

A História.


Na série, Don Alejandro de La Vega era um grande fazendeiro, um dos homens mais ricos e proeminentes de Los Angeles e que também gozava de grande prestígio junto aos camponeses e outros fazendeiros menores e que Monastério tentou forçosamente a ajudá-lo em suas tramoias para extorquir a pouca fortuna desse povo.

Após concluir seus estudos na Espanha, o jovem aristocrata Don Diego de La Veja retorna a Califórnia e a encontra sob a opressão do cruel Capitão Monastério. Para combater o vilão e seu exército comandado pelo Sargento Garcia, Diego assume a identidade secreta de Zorro, e passa a lutar contra a vilania, deixando sua marca por onde passa. Ele percorre a região montado em seu cavalo negro.

Ao longo de suas façanhas, Zorro contava com a ajuda de seu fiel criado Bernardo, que era mudo e para ajudar Diego se fez passar também por surdo. Isto permitiu para Bernardo escutar conversas secretas. O personagem foi representado por Gene Sheldon artista versátil com experiência de rádio, Vaudeville, Broadway e filmes.

Na série a identidade de Zorro era apenas conhecido pelo seu mordomo Bernardo, nem mesmo seu pai Don Alejandro não sabia da verdadeira identidade secreta de seu filho, principalmente porque Diego em diversas ocasiões se mostrava diante de seu pai e de seus amigos como um fanfarrão covarde, que apenas gostava de ficar lendo poesias e desfrutar da boa vida que o dinheiro de seu pai podia lhe oferecer.

No Brasil.


O seriado chegou ao Brasil pela antiga TV Tupi em 1963, levando o título de Toddy e A Marca do Zorro, sendo exibido aos segundas-feiras à 19h25. Na época recebia esse título graças ao patrocínio do achocolatado. Permaneceu na emissora até 1965.

Na década de 1970 a Rede Globo passou a exibir a série, levando-a ao ar diariamente às 18h35. Anos mais tarde foi exibido pela TVS e na década de 1990, quando o programa foi colorizado por computador, passou a ser reprisado com grande sucesso pela Record em 1996. Em 2006 a Rede TV! integrou o seriado à sua grade de programação.

Também foi apresentado pela Rede Brasil entre os anos de 2011 e 2014 e pelos canais por assinatura Disney, Fox Kids e Jetix.

 



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin