Emissora: SBT.
Transmissão Original: de 21 de agosto 1991 a 1º de março de 1993.
Duração: 50 minutos.
Temporadas: 2 (?? episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: SBT.

A Série.


No ano em que o SBT completava 10 anos, vários programas estrearam em comemoração a data, era tempo de Serginho Groismann e o Programa Livre, da nova versão da série Alô Doçura e da série Grande Pai, uma adaptação de Clayton Sarzi de um texto mexicano, que estreou na emissora no no dia 21 de agosto no horário das 22h, todas as quartas-feiras.

Criada por Giusi, Gustavo Barrios e Ricardo Rodrigues e dirigida por Walter Avancini, o seriado estreou dando 9 pontos no IBOPE, se mantendo durante o primeiro ano com boa audiência, pois conseguia atingir não apenas o público infantil como também seus pais.

Grande Pai marcou a estreia na TV da atriz Paloma Duarte, que recém saída da casa dos pais, aos 14 anos, foi convidada para atuar no seriado, ao lado da mãe Débora. Durante as gravações, Paloma acabou se desentendendo com o diretor Walter Avancini que para evitar constrangimento passou a direção da série para Antônio Seabra por um período, assumindo apenas a Direção Geral.

A série em grande parte era rodada em internas para baratear os custos da produção, quase sempre na residência da família, ou no escritório do Flávio Galvão. A produção do programa não foi fácil, já em um dos primeiros episódios, por problemas técnicos, Avancini precisou dublar as cenas já gravadas da série e como o elenco não tinha experiência com dublagem o resultado que foi ao ar não agradou ao público.

Uma característica incomum da série, é que ela não nomeava os episódios, não havia nenhuma legenda, locutor ou nota oficial dada à imprensa que identificasse as histórias por títulos. Assim, só é possível organizar a ordem cronológica dos episódios levando em consideração o enredo deles.

No ano de 1992 a série passou a ser diária, ocupando o horário das 20h30 e no ano seguinte, já não apresentando os mesmos índices de audiência acabou sendo cancelada no dia 1º de março de 1993, dando lugar ao programa Garotas Bonitas. Foi reapresentada em 1996, de segunda a sábado às 20h30. Durante um período chegou a ser reapresentada aos domingos pela manhã.

 

A História.


Grande Pai mostrava de forma bem humorada o cotidiano de Arthur, um industrial no ramo de lingeries, que tinha ficado viúvo, e que por conta disso precisava enfrentar a barra de educar sozinho suas três filhas, Jô, Ana e a pequena Flor. Por conta do seu ritmo acelerado e dos problemas que surgiam em cada episódio, ele vivia quase sempre estafado e bufando enfurecido, mas tudo sempre acabava bem e com Arthur distribuindo carinho às três meninas.

Através das três garotas, o programa constatava que toda faixa etária trazia os seus problemas: Patrícia Lucchesi a filha adulta e a sua aspiração por independência, na personagem de Paloma Duarte o conflito da adolescência, e com  Vanessa Rubi a infância difícil com a ausência da mãe. Galvão contava ainda com a ajuda da governanta Maria interpretada por Débora Duarte (mãe de Paloma na vida real).

Arthur vivia um triângulo amoroso com a arrogante Júlia (Sônia Lima) e a ambiciosa Priscila (Carla Camuratti), a indecisão dele pelas duas e os ciúmes das meninas eram ingredientes de sobra para muitas confusões.

O “grande pai”, contava com a ajuda e os conselhos da governanta Maria, secretamente apaixonada por ele. Na família ainda Arthur tinha as constantes visitas dos tios Léo (Luís Carlos Arutim) e Dulce (Elizabeth Gasper).

Na escritório de Arthur, o toque cômico ficava por conta do seu office-boy folgado, chamado André, e sua eficiente secretária Luiza, que também nutria uma paixão pelo patrão.

Episódios disponíveis no Acervo Gobbo



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin