Seres do Amanhã (The Tomorow People)

Emissora: ITV.
Emissora no Brasil: Rede Globo.
Transmissão Original: de 30 de abril de 1973 a  19 de fevereiro de 1979.
Duração: 30 minutos.
Temporadas: 6 (68 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: ITV Network.

episodiosvideo elenco

A Série.


Grande sucesso da televisão britânica, o seriado Seres do Amanhã, estreou no dia 30 de abril de 1973, trazendo uma premissa bastante diferente para a época, introduzindo diversos conceitos de ficção científica para uma ampla audiência infanto-juvenil que havia ouvido falar nas séries americanas, mas que precisavam de algo atual relacionado ao gênero.

A série foi produzida pela ITV e contava com um elenco fixo e outros personagens que surgiam periodicamente em cada saga fechada de episódios. Foram produzidos 66 episódios divididos em 8 temporadas, até 1979, e mais 2 episódios separados que são o piloto. Cada temporada tem algumas sagas divididas também em episódios até fechar a história.

A produção do seriado foi muito precária, com os episódios gravados em vídeo. Apesar disso, Seres do Amanhã fez muito sucesso e se transformou rapidamente em um clássico que ficou no ar até 19 de fevereiro de 1979, quando a série foi cancelada após os funcionários da ITV entraram em greve.

A série ganhou uma versão em história em quadrinhos, baseado no programa original também produzida e escrita por Angus P. Allan e impressas pela Look-In durante a década de 70.

 

A História.


Seres do Amanhã narra o cotidiano de um grupo de jovens, aparentemente normais, nascidos de pais humanos, que em algum ponto entre a infância e a adolescência, passaram a desenvolver poderes extra sensoriais como: telepatia, teletransporte, telecinesia, entre outros. Apesar dos poderes, eles não podiam fisicamente matar os outros deliberadamente. Essa espécie de seres humanos acima do “homo sapiens”, ao manifestarem seus poderes procuravam telepaticamente de forma instintiva, outros de sua espécie e se não encontrassem, poderiam morrer. Desta forma, um grupo desses “Seres do Amanhã” formaram a Federação Galáctica que entre outras coisas organiza grupos de busca e resgate de um novo membro.

Entre os membros do grupo, que mudou ao longo da produção, estavam John, o único que permaneceu durante toda a série; Carol, Stephen, Elizabeth, Tyso, Mike, Hsui Tai  e Andrew.

A base do grupo se localizava em uma estação  abandonada nos subterrâneos de Londres, onde foi montado um laboratório. O jovem John era o líder e o mais velho do grupo. Filho de um policial ele foi o primeiro jovem a apresentar os poderes telepáticos na Terra e conseguiu sobreviver. Ele ajudou a construir o computador chamado Tim, utilizando componentes biológicos. Tim ajudava os “Seres do Amanhã” a se teletransportar para longas distâncias, embora eles usassem um dispositivo instalado em seu cinto ou pulseira com essa finalidade. O super computador também era responsável por criar objetos do nada e a manter contato com computadores do mundo inteiro com a função de fornecer informações e proteção ao grupo.

Enquanto eram reveladas as existências desses Seres, eles também utilizavam determinados termos como “Solapa”, um termo pejorativo para designar certos tipos Homo Sapiens, como precaução ou para não se tornarem vítimas de seus próprios poderes especiais ou ainda mesmo ser explorado pelo exército, que descobriu o segredo do grupo e buscam capturar um dos membros.

Os “Seres do Amanhã” também eram perseguidos perseguidos por várias raças alienígenas, entre eles os Cyclops, que tiveram sua nave avariada quando se aproximavam da Terra e agora necessitam dos poderes telepáticos dos seres do amanhã para pilotar sua nave de volta à seu planeta. Para capturá-los, eles enviam à Terra o robô Jedikiah. Para se defender, eles utilizam uma arma não letal ou através de lutas marciais, já que eles não podiam matar ninguém..

 

Novas Versões.


Muitos anos depois do encerramento da série, o espetáculo original voltou a ser reestruturado novamente por Roger Price, agora como produtor executivo, produzindo uma nova série, que foi apresentada originalmente no Reino Unido através da ITV, entre 18 de novembro de 1992 a 8 de março de 1995, num total de 25 episódios, de aproximadamente 30 minutos cada. Produzida pela Thames Television, também responsável pela clássica, o seriado foi exibido pelo canal Nickelodeon.

Recentemente ganhou uma nova história através do sistema conhecido como Audio Drama. Trata-se de histórias interpretadas por atores e disponibilizadas ao público através de áudio em CD. Do elenco original da série, apenas Phillip Gilbert, como a voz do computador Tim, e Nicholas Young (na foto à frente dos demais), como John, estão de volta.

A história tem 45 minutos de duração, foi escrita por Rebecca Levene e Gareth Roberts e dirigida por Nicholas Pegg. Foi produzida e lançada no mercado de áudio pela Big Finish Productions ao preço de 14.99 dólares.

No Brasil.


No Brasil a série estreou na Rede Globo em meados da década de setenta, num horário destinado aos seriados, chamado Faixa Nobre, sempre às 18h. Já no final da década de 1970, o seriado passou a ser exibido às sextas-feiras após o programa Sessão Zas-Trás.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*