É uma série dos anos 70 de ficção científica que mostra o clássico personagem dos quadrinhos em aventuras no espaço.

Emissora: NBC.
Emissora no Brasil: Rede Globo, TV Manchete, Sci-Fi Channel e TCM.
Transmissão Original: de 20 de setembro de 1979 a 16 de abril de 1981.
Duração: 60 minutos.
Temporadas: 2 (37 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Glen A. Larson Productions e Universal Pictures.

O Personagem.


Buck Rogers surgiu na literatura com o nome de Anthony Rogers, na história Armageddon 2419, publicada na edição de agosto da revista “Amazing Stories”. Foi criado pelo escritor Phillip Francis Nowlan, nascido em 1888, em Filadelfia, Pensilvânia. Nowlan voltou a usar o personagem em outra história, “The Airlords of Han”, publicada na edição de agosto de 1928 na revista “Amazing Stories”. Armageddon 2419 foi uma das histórias que inauguraram um novo subgênero na ficção científica: a space opera. Nowlan também escreveu os roteiros da versão em quadrinhos, até morrer, em 1940.

Em novembro de 1932, a série ganha uma versão radiofônica. Foi transmitida pela primeira vez pela rádio CBS e logo ganhou muitos ouvintes e em pouco tempo passou a ser transmitido por mais de 23 estações de rádio nos Estados Unidos, com grande sucesso, durante a Segunda Grande Guerra Mundial.

Em 1939 a série chega ao cinema num filme contendo 12 episódios, mostrando Buck Rogers e o jovem Buddy Wade que são trazidos a vida no ano de 2440, depois que sua nave cai na neve e é encoberto por uma avalanche, onde eles permanecem preservado por um gás experimental que eles levavam dentro da aeronave. Para o papel de Buck Rogers é chamado o nadador olímpico Clarence Linton Crabbe (Larry “Buster” Crabbe), que anos depois se imortalizaria interpretando Flash Gordon.

Em 1950, o personagem aparece pela primeira na televisão, numa produção de 35 episódios, estrelando Kem Dibbs, interpretando o herói Buck Rogers, sendo mais tarde interpretado por Robert Pastene, com a saída de Kem do elenco.

A Série.


A segunda série de TV de Buck Rogers, foi mais bem sucedida. Buck Rogers no Século XXV foi produzida e adaptada por Glen A. Larson (de Super Máquina) em 1979. Lançada pelo canal NBC, o seriado teve um piloto homônimo produzido pela Universal Studios e lançado nos cinemas em 1979.

A série criada por Glen A Larson, logo após o término de outra série de sucesso criada por ele Galáctica, alcançou bons índices de audiência, mesmo não existindo um grande cuidado com a produção e com os baixos orçamentos reservados a ela. A produção de Buck Rogers foi obrigada a reaproveitar efeitos especiais usados na série anterior, como por exemplo os manches das Naves de Caça Terrestres. Estas naves chamadas de “Starfighter” também foram o conceito original dos Vipers Coloniais da Série “Galáctica” tendo sido criadas pelo mesmo designer, Ralph McQuarrie.

A voz de Twiki teve dois dubladores: o primeiro foi o insuperável Mel Blanc, que já havia conquistado o mundo com as personagens principais dos desenhos animados (Pernalonga, Patolino, Frajola, Pica-pau e Barney).

A História.


A história era um pouco diferente da narrada nas histórias em quadrinhos do personagem. No ano de 1987, a espaçonave Ranger 3 comandada pelo Capitão William “Buck” Rogers é lançada pela NASA para cumprir uma missão de 5 meses ao redor do sistema solar.

Congelada depois de enfrentar forças desconhecidas, ela permanece em uma órbita estacionária durante mais de 500 anos. Sem envelhecer pelo estado de animação suspensa, o Capitão Rogers é despertado em 2491 pelas forças armadas do mundo da Draconia. A Terra que Buck Rogers encontra está completamente destruída por causa do holocausto nuclear do século XXI.

Graças as suas habilidades de piloto, Buck torna-se um valoroso membro do Diretório de Defesa da Terra e ingressa como membro de um esquadrão de combate. Obrigado a se adaptar em uma Terra muito diferente, ele é ajudado pela chefe do Diretório de Defesa da Terra a Coronel Wilma Deering (Erin Gray), pelo Doutor Elias Huer (Tim O’Connor), Twiki (Felix Silla) e o Doutor Theopolis (dublado por Eric Server), o cérebro mecânico que integra o Diretório da Terra.

No segundo ano, houve a tentativa de transformar o seriado em uma espécie de Jornada nas Estrelas. Rogers e Deering embarcam na nave Exploradora, comandada pelo Almirante Asimov, com novas personagens, como o cientista Dr. Goodfellow, Aristóteles (Crichton) – um robô esnobe construído por Goodfellow, e Falcão, um homem pássaro, cuja raça foi perseguida quase a extinção por um grupo de humanos assassinos.

A tripulação tem a missão de localizar as últimas tribos da Terra – humanos que fugiram de seu mundo natal após o holocausto nuclear. O resultado foi decepcionante e o programa foi cancelado no meio da temporada.

No Brasil.


O piloto da série foi exibido nos cinemas brasileiros e o seriado figurou por aqui no início da década de 1980, aos domingos, pela Rede Globo, depois foi para a TV Manchete quando foi exibido na Sessão Espacial. Na Manchete passava era apresentada às quintas-feiras. Na ocasião as outras séries apresentadas junto com Buck Rogers foram: Jornada nas Estrelas (segunda, quarta e sexta-feira), Galáctica (terça) e Jornada nas Estrelas – Nova Geração (sábado). Na época  a editora Block publicou uma revista em quadrinhos contando as história do herói.

Também foi exibido nos anos 2000 na emissora por assinatura Sci-Fi Channel e em 2008 pelo TCM.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin