É um anime baseado na obra de  Antoine de Saint-Exupéry, sobre o menino morador do planeta B612 que resolve conhecer outros partes do mundo.

Emissora: TV Asahi.
Emissora no Brasil: SBT.
Transmissão Original: de 4 de julho de 1978 a 27 de março de 1979.
Duração: 23 minutos.
Temporadas: 3 (39 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras:
Knack Productions.

O Desenho.


Alguns animes baseados em clássicos da literatura já haviam sido produzidos como As Aventuras de Pinóquio e Marco quando em julho de 1982 estreava na emissora japonesa Asahi o anime As Aventuras do Pequeno Príncipe, um desenho baseado na obra literária do francês Antoine de Saint-Exupéry.

O livro foi escrito em 1944, um ano antes da morte de Saint-Exupéry e tornou-se um sucesso em todo mundo, intensificado após o lançamento do filme de Stanley Donen que levava O Pequeno Príncipe para as telonas. Assim, quatro anos depois da produção cinematográfica a Knack Productions acreditou que com algumas alterações nas aventuras do personagem a história poderia virar uma série de animação bem sucedida, e foi o que aconteceu.

Com uma linha narrativa muito próxima de animes como Candy Candy e Angel a Menina das Flores, o desenho mostrava as dificuldades que as pessoas passam durante a vida, mas apresentava isso sempre de uma forma melancólica, seguida de uma trilha pesada e com extrema dramaticidade.

A História.


No desenho, o Pequeno Príncipe, de cachos dourados e imensa ingenuidade, vivia num pequenino planeta chamado B612, onde sua única companhia era uma menina Rosa muito bonita com quem o garotinho conversava sobre os mais variados assuntos. Num planeta tão minúsculo e solitário o Pequeno Príncipe seguia uma tediosa rotina de apenas limpar seus minivulcões e regar sua rosa.

Mas às vezes o garoto se cansava de ficar sozinho, principalmente quando sua menina Rosa queria chamar sua atenção e fechava as pétalas parando de conversar com ele, assim o pequeno resolvia viajar pelos planetas com o intuito de conhecer novas pessoas e fazer outras amizades. Com a ajuda do pássaro Swift e seus companheiros gansos que voam pelo o espaço, o pequeno capturava cometas com uma rede de pegar borboletas para assim viajar rapidamente entre os planetas. Passando perto de perigosos buracos negros, estrelas anãs e chuvas de meteoros, ele sempre chegava a algum planeta onde facilmente conseguia fazer amizade com seu jeito prestativo e educado, mas o menino preferia o Planeta Terra, onde afirmava que era mais fácil conseguir amigos.

Em cada episódio, o Pequeno Príncipe encontrava um novo amigo e tinha que ajudá-lo a resolver algum problema e em algumas histórias ele também ajudava alguns animais, como a raposa, personagem que também aparece no livro de Antoine de Saint-Exupéry. Depois o menino desaparecia, pegava novamente uma carona em algum cometa e voltava para o B612. Ficávamos então com o narrador que sempre contava a moral da história no final dos episódios.

No Brasil.


No Brasil o desenho passou a ser exibido em 1987 pelo SBT no programa Oradukapeta, mas também foi apresentado em programas como Show Maravilha, Sessão Desenho e Do Ré Mi Fá Sol Lá Simony.

Seus 35 episódios foram exaustivamente reprisados até o início da década de 1990 quando a emissora o tirou de sua programação. As Aventuras do Pequeno Príncipe retornou ao SBT em 1994, mas foi exibido poucas vezes até sair definitivamente do ar por aqui.

Seis episódios saíram em VHS pela Cosmos Vídeo em 3 fitas com 2 capítulos cada e redublados. Em 2006, a Focus Filmes lançou os 4 primeiros volumes do anime em DVD com dublagem original.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin