É um desenho animado da Hanna-Barbera, lançado nos anos 60, cuja protagonista é uma formiga com superpoderes que os usa para combater o mal.

Emissora: NBC.
Emissora no Brasil: Rede Globo, TV Record, TV Bandeirantes, SBT e TVA Clássicos.
Transmissão Original: de 2 de outubro de 1965 a 31 de augusto de 1968.
Duração: 25 minutos.
Temporadas: 1 (26 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Hanna-Barbera Productions.

O Desenho.


O desenho A Formiga Atômica estreou em 1965, trazendo as aventuras da formiga no programa intitulado “The Atom Ant Show”. A série durou três anos, sendo que no último a pequena heroína dividiu seu tempo nas telinhas com outro personagem da Hanna-Barbera Productions, O Esquilo Sem Grilo. Essa terceira temporada da personagem, com o nome de “The Atom Ant/Secret Squirrel Show” teve apenas 6 episódios.

A pequenina heroína também teve algumas participações na série A Turma do Zé Colméia.

A personagem também teve sua versão em quadrinhos aqui no Brasil, ela foi um dos destaques da revista Heróis da TV (publicada entre 1975 e 1977) e Astros da TV (publicada no início dos anos 80) da editora Abril. Também nos anos 80, a Formiga Atômica foi publicada, com outros personagens da Hanna-Barbera, pela revista HB Show, da Rio Gráfica Editora.

A História.


A Formiga Atômica é um dos personagens da Hanna-Barbera que mais se aproximam dos super-heróis tradicionais, ainda que em forma de paródia. Na verdade ela mais parece o Super Homem com anteninhas e bem minúsculo.

Primeiro super-herói criado pela dupla Hanna e Barbera, a pequena poderosa talvez seja o menor super-herói de todos os tempos, mas isso não importa muito porque ela pode voar, tem supervelocidade e força incalculável, assim, sempre surge quando alguém precisa de ajuda.

Ela mora em um confortável formigueiro próximo da cidade, equipado com um computador do tipo mainframe e uma pequena academia onde a superformiga adora se exercitar com gigantescos halteres, pesados demais até para um Arnold Schwarzenegger. Mas basta suas antenas atômicas detectarem um pedido de socorro, que ela larga o que está fazendo e entra em ação, gritando sua frase favorita: “Lá vem a triônica, a Formiga Atômica”. Usando os seus superpoderes a pequena heroína enfrenta mafiosos, ladrões ou qualquer tipo de vilão que possa oferecer perigo a paz na cidade.

Sempre que a super formiguinha não conseguia ter força suficiente para cumprir sua missão, retornava a sua base secreta no formigueiro para levantar os halteres, ganhando resistência o bastante para concluir seu trabalho.

No Brasil.


Na década de 1970 a animação esteve presente na Globo numa faixa intitulada HB 77 que se encarregava de exibir apenas programas da Hanna-Barbera. Em 1981 estreou na TV Record sendo levado ao ar aos sábados às 15h30, mas ocupou outros dias e horários na emissora até 1984 quando começou a ser exibido na TV Bandeirantes. No final da década de 1980 foi para o SBT em programas como Oradukapeta.

Nos anos 90 fez parte da programação da TVA Clássicos, canal por assinatura e também chegou ao SBT, quando foi exibido aos sábados pela manhã.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin