É um desenho dos anos 80 sobre um grupo de amigos que se perdem num mundo mágico e tentam de todas as formas voltar para casa.

Emissora: CBS.
Emissora no Brasil: Rede Globo, Fox Kids e Gloob.
Transmissão Original: de 17 de setembro de 1983 a 7 de dezembro de 1985.
Duração: 24 minutos.
Temporadas: 3 (27 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: TRS Entertainment.

O Desenho.


A história de Caverna do Dragão (Dungeons & Dragons) nasceu como um jogo de RPG criado pela TSR. Não apenas isso, tornou-se um dos mais populares nomes no gênero.

Fundada na década de 1970, a empresa tornou-se líder de mercado graças ao grande sucesso do RPG. Como prova de sua fama, até no filme E.T. – O Extraterrestre, dirigido por Steven Spielberg, o jogo aparece. Os Jogadores de D&D criam personagens que embarcam em aventuras imaginárias em que eles enfrentam monstros, reúnem tesouros, interagem entre si e ganham pontos de experiência para se tornarem incrivelmente poderosos à medida que o jogo avança.

O sucesso comercial do D&D trouxe muitos produtos relacionados, incluindo a “Dragon Magazine”, “Dungeon Magazine” e a série animada Caverna do Dragão. Baseado no RPG, o desenho era produzido pela Marvel em associação com a TSR. Imitando o estilo japonês de animação (com olhos grandes e boas cenas de ação), o seriado animado trouxe para a televisão um estilo dark e sóbrio, pouco comum aos programas infantis.

A série possui 27 episódios, todos eles exibidos originalmente entre os anos de 1983 e 1986. Os episódios foram transmitidos pela rede norte-americana de televisão CBS durante três temporadas seguidas. O produtor do desenho foi Gary Gygax, um dos autores originais do jogo Dungeons & Dragons.

A série mostrava a dura luta dos meninos para voltar pra casa após irem parar num mundo estranho. Tendo sido cancelada prematuramente, o episódio final, onde os jovens guerreiros retornam pra casa nunca foi produzido. Criou-se assim uma infinidade de boatos, principalmente na Internet sobre como seria o final de Caverna do Dragão.

A História.


A história começa em um parque de diversões, quando seis amigos adolescentes, Hank, Eric, Presto, Diana, Sheila e seu irmão Bobby, resolvem ingressar na nova atração do local o brinquedo Dungeons & Dragons, uma espécie de trem fantasma. Ao entrarem numa montanha eles são transportados para um mundo místico, com calabouços e dragões. A primeira preocupação é como voltar pra casa, mas eles não sabem o caminho de volta e só uma pessoa parece poder ajudá-los, o Mestre dos Magos, um sábio e poderoso ser que lhes entrega armas mágicas para que possam se defender naquele mundo repleto de perigos.

Bobby é o mais jovem do grupo, tem apenas 10 anos, mas uma atitude de “homem durão” e possui como arma um tacape mágico que pode derrubar quase tudo além de poder criar terremotos; Eric é um riquinho e esnobe, que parece o mais covarde do grupo. Sua arma mágica é um escudo mágico, capaz de defletir qualquer coisa; Sheila é o apoio sentimental de toda a equipe. Apesar de sempre ajudar seus companheiros, o maior medo de Sheila é o de perdê-los e ficar sozinha. Sua arma mágica é uma capa de invisibilidade que ela usa para escapar dos perigos ou passar por inimigos sem ser vista; Diana é a acrobata e tem como arma um cajado verde que pode estender seu tamanho e ser usado como uma vara de saltar.

Devido a seu raciocínio rápido e habilidade com o arco, Hank é o líder indiscutível do grupo. Sua arma mágica é o arco, que pode atirar flechas de energia que fazem de tudo – menos matar o oponente; Presto é o mágico do grupo. Sua arma mágica é seu chapéu, de onde “tira” suas magias. Devido a seus problemas em confiar nos seus poderes, suas mágicas quase sempre dão erradas, mas acabam resolvendo o problema.

No inicio de cada episódio o Mestre dos Magos aparece com uma dica de como os jovens poderão voltar pra casa, além de uma pista de como se defender do perigo que irá aparecer ao longo do caminho. Geralmente essas pistas são fornecidas em forma de enigmas que demoram um pouco para que os garotos interpretem. O que mais fica irritado com o jeito misterioso e com as charadas do Mestre dos Magos é Eric, que na verdade costuma resmungar de tudo e todos.

Como se estar numa terra hostil não fosse o suficiente, estes jovens, agora guerreiros, ainda têm de enfrentar Tiamat, um dragão de cinco cabeças. E devem também ficar atentos a todas as tramas de Vingador, um cavaleiro do mal que se mostra disposto a roubar as seis armas mágicas para sugar todo o poder delas e destruir Mestre dos Magos, conseguindo assim dominar o Reino. Os jovens seguem em sua busca apesar de todas as ameaças existentes, e por muitas vezes chegam perto de voltarem para casa. O problema é que as armas mágicas teriam de ser deixadas para trás, o que traria o risco de o Vingador se apoderar delas. Além disto, Uni – um filhote de unicórnio que Bobby conseguiu como bicho de estimação – também não poderia ser levado dali. Portanto, parecia que eles nunca iriam retornar ao seu mundo.

O Episódio Final.


Com roteiro de Michael Reaves, o último episódio, chamado Requiem, foi apenas escrito. Nele se descobre que o Vingador na verdade é filho do Mestre dos Magos. No passado, ele optou por seguir os ensinamentos de um mestre do mal e decidiu aprisionar magicamente tudo o que havia aprendido com seu pai no topo de uma torre mística. A chave para o lugar, porém, não poderia ser eliminada por ele. Portanto, Vingador tenta enganar os jovens dizendo-lhes que se essa chave fosse jogada no abismo sem fim, eles conseguiriam uma passagem de volta para casa. Relutantes, os seis vão ao topo da torre, encontrando um sarcófago com a chave dentro, mas repensam em tudo o que o Vingador havia dito e não acreditam que ele vá cumprir sua parte do acordo. Então decidem colocar a chave em uma fechadura existente na parede ao lado do sarcófago, ao invés de jogá-la no abismo. Com isto, liberam uma grande energia capaz de gerar portais interdimensionais. Esta energia também traz de volta todo o bem que um dia existiu em Vingador, algo que estava fora do alcance do próprio Mestre dos Magos. Assim, descobrem que esta era a verdadeira missão deles naquele mundo.

Agora, os jovens tinham um meio de ir para casa, e como o Vingador não era mais uma ameaça, as armas mágicas poderiam permanecer naquele mundo sem problemas. O Mestre dos Magos encerra dizendo que cabia a eles a decisão de voltar ou permanecer no Reino em busca de mais aventuras. É um episódio bem menos sinistro que o falado por aí, mas com certeza se encaixa perfeitamente em toda a história de Caverna do Dragão, trazendo muitas surpresas no (pouco conhecido) último episódio do desenho.

No Brasil.


O desenho estreou no Brasil no programa Balão Mágico em 1984. Mas foi no programa Xou da Xuxa com a enorme audiência da loira que a série se tornou “febre” no Brasil. Depois figurou no horário da Sessão Aventura  já no final da década de 1980 e ganhou o horário do domingo pela manhã na década de 1990.

A Globo exibiu por muito tempo apenas as duas primeiras temporadas; só em 1994 exibiu a terceira temporada, no programa TV Colosso, com nova dublagem. Após isso, foi reprisada em outros programas infantis da Globo, que nunca chegou a exibir a abertura da série. Em 2011 foi mostrada dentro do programa TV Globinho.

A série teve rápida passagem pelo canal pago Fox Kids, sendo depois exibido no canal Gloob.

Outras Versões.


O sucesso comercial do D&D trouxe, além do desenho animado, muitos produtos relacionados, incluindo a Dragon Magazine, Dungeon Magazine, dois filmes e jogos de computador e games, como o MMORPG Dungeons & Dragons Online: Stormreach, Baldur’s Gate, Planescape: Torment, Demon Stone, Icewind Dale e Neverwinter Nights, diversos dados, miniaturas, aventuras e outros.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin