Emissora: ATC.
Emissora no Brasil: TV Record e TV Tupi.
Transmissão Original: de 29 de setembro de 1968 a 20 de abril de 1969.
Duração: 25 minutos.
Temporadas: 1 (30 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Century 21 Television e Incorporated Television Company.

A Série.


Joe 90 foi uma série de TV criada em 1968 por Sylvia e Gerry Anderson, utilizando exclusivamente bonecos e marionetes dentro de uma técnica desenvolvida por Gerry Anderson e sua equipe, chamada supermarionation, para Lew Grade´s ITC Entertainment, pela Century 21 Productions.

Esta nova série de Anderson se caracterizou por apresentar operações de salvamento, organizações mundiais secretas, complicadas engenhocas, terrorismo e ameaças para o mundo inteiro. Na parte técnica, os bonecos ficaram mais precisos e com melhor proporcionalidade em relação à série anterior chamada Capitão Escarlate, apesar de muitos dos bonecos serem reutilizados, com exceções do Captain Scarlet, Capitão Blue e da Tenente Green.

Também alguns outros bonecos foram construídos, incluindo Joe e Mac e muitos bonecos tiveram versões com aparências mais bronzeadas para retratar pessoas mais morenas. O estilo mais violento e escuro que já havia sido usado em Capitão Escarlate também foi continuado em Joe 90. Um exemplo disso ocorreu quando o professor McClaine foi sequestrado, amarrado e ameaçado, com uma broca, no episódio “Project 90″.

Isso demonstrava claramente que os enredos eram impróprios para as crianças menores. Também era permitido ao nosso herói, ainda menino, se infiltrar em locais perigosos e sem despertar suspeitas. Para acrescentar mais realismo, a voz de Joe foi interpretada pelo ator mirim Len Jones, em lugar de uma atriz, como era normalmente feito nas outras séries. Mac foi sonorizado por Rupert Davies e Sylvia Anderson emprestou sua voz para a Sra. Harris.

A série também insinuava que a Guerra Fria não mais existia no século 21, mas muitas cenas mostravam o contrário, como na cena em que Joe rouba um avião de guerra russo, assim como os vilões que apresentavam caracteres frequentemente eslavos.

As músicas do espetáculo ficaram ao cargo de Barry Gray, que também compôs trilhas para outras produções de Anderson.

 

A História.


A história mostra o garoto de 9 anos de idade, chamado Joe, que foi adotado pelo gênio em computação, o Professor Ian McClaine, inventor do aparelho denominado de B.I.G.R.A.T. (Brain Impulse Galvanoscope Record and Transfer). O aparelho permitia transferir todos os conhecimentos e experiência de uma pessoa, através de um complicado sistema de eletrodos, que armazenavam as informações obtidas num computador e através de ondas cerebrais, podiam ser transferidas para uma segunda pessoa.

Um amigo do professor chamado Sam Loover, que na realidade era um agente secreto que trabalhava para uma organização secreta chamada WIN (Word Intelligence Network), ao tomar conhecimento do aparelho, consegue persuadir o professor a deixar o seu filho Joe a usar o aparelho e assim trabalhar para a WIN.

Esse aparelho era um dispositivo que permitia transferir todos os conhecimentos e experiência de uma pessoa, através de um complicado sistema de eletrodos, que armazenavam as informações obtidas num computador e através de ondas cerebrais, podiam ser transferidas para uma segunda pessoa.

Um amigo do professor chamado Sam Loover, que na realidade era um agente secreto que trabalhava para uma organização secreta chamada WIN (Word Intelligence Network), ao tomar conhecimento do aparelho, conseguiu persuadir o professor a deixar o seu filho Joe a usar o aparelho e assim trabalhar para a WIN.

Depois que Joe adquiriu as habilidades após a transferência, ele conseguiu voar em poderosos jatos, executar cirurgias, e assim por diante, enquanto passava por um garoto inocente diante de seus inimigos.

O maior problema de todo esse sistema era que Joe precisava se manter em contato permanente com a máquina, para não perder os conhecimentos e isso foi resolvido com o uso de um par de óculos especiais, que o conectavam via rádio. Assim Joe, juntamente com a organização WIN, passava a vivenciar várias aventuras tentando preservar a paz no mundo.

O personagem Joe 90 era um garoto inocente e pueril sem seus óculos, mas quando os usava seu comportamento recebia um tom adulto, devido a natureza do padrão do cérebro que ele estava usando no momento. Como um menino normal ele se dirigia ao professor como “pai”, mas com os óculos ele se dirigia a ele como “Mac”. Curiosamente, não era incomum nas escolas britânicas, nos anos sessenta, chamar um garoto inteligente de Joe 90. Esse mesmo apelido também, geralmente era dado às crianças com problemas visuais, que necessitavam do uso de óculos.

No Brasil.


No Brasil esta série foi apresentada primeiro pela TV Record que exibia às segundas-feiras às 18h25. No ano seguinte passou a ser mostrada aos domingos às 11h30. Saiu da programação da Record em 1972.

Em 1977 o seriado voltou à programação brasileira pela TV Tupi onde era mostrado às 11h55. Foi apresentado na emissora até 1979.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin