É um desenho animado dos anos 70 sobre uma família de pequenas criaturas que podiam mudar de forma.

Emissora: TF1.
Emissora no Brasil: TV Globo.
Transmissão Original: de 2 de outubro de 1974 a 1977.
Duração: 5 minutos.
Temporadas: 3 (143 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Kodansha Ltd e PolyScope BV.

 

 

O Desenho.


Na década de 1970 um desenho despontou nas telinhas brasileiras através do programa infantil Globo Cor Especial. A série animada Barbapapa que estreou no Japão em 1973, foi uma coprodução das japonesa “Kodansha Ltd”. e holandesa “PolyScope BV”.

Criado pela arquiteta francesa Annette Tison e o professor americano Talus Taylor, Barbapapa foi um dos desenhos mais lembrados da década de 1970, com seus episódios muito curtos e com um conteúdo bem simples, voltado para crianças na faixa dos 7 aos 10 anos.

Segundo a autora, o termo “Barbapapa” é inspirado no francês para “algodão doce”. Barbapapa o personagem original, apareceu inicialmente no livro de mesmo nome. É um ser basicamente em forma de “joão-bobo” cor-de-rosa, mas capaz de moldar-se à forma dos mais variados objetos. Mais tarde, juntou-se a ele Barbamama e mais sete filhotes, cada qual dotado de uma cor e de uma habilidade específica, geralmente explicitada em seus nomes, sempre iniciados com “barba-“, assim formando a família Barbapapa.

Os personagens deram origem a uma longa sequência de livros infantis, onde os barbapapas exploram suas habilidades pessoais e polimórficas para resolverem problemas e ajudarem as pessoas.

O História.


O desenho narrava as aventuras de uma família composta por pequenas criaturas que podiam mudar de forma e de jeito, assim tinham a capacidade de moldar seu corpo para parecer com qualquer animal ou objeto que desejassem.

Os amorfos Barbapapas, em sua “forma natural”, apresentava os “meninos” na forma de um João-Bobo com dois braços, e as “meninas” eram mais como uns pinos de boliche com dois braços.

O patriarca da família era o Barbapapa, um ser cor-de-rosa, sempre responsável e preocupado com seus filhos, ele era casado com Barbamama, uma criatura preta com flores vermelhas no cabelo que era uma mamãe-sabe-tudo, sempre dando um jeito em todas as confusões nas quais a família se metia. Eles cuidavam da criação dos seus sete filhos: Barbacuca era a mais estudiosa e tinha a cor laranja; Barbazoo era amarelo e gostava de cuidar dos animais; Barbatinta era preto e peludo e adorava pintar; Barbalala era verde apreciava música e adorava tocar sua harpa; Barbaploc era vermelho e adorava praticar exercícios; Barbabela que cuidava sempre do visual por ser a mais vaidosa, ela tinha a cor lilás e Barbaclic o caçula de cor azul. A família ainda era composta por alguns bichinhos de estimação como a cadela Lolita e o Tucano de bico verde.

 

No Brasil.


O sucesso do desenho foi tão grande no Brasil que até um disco com as músicas dos Barbapapas foi lançado, além de uma série de bonequinhos.

 



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin