Emissora: ABC.
Emissora no Brasil: TV Record, Rede Globo, Cartoon Network, Boomerang e Tooncast.
Transmissão Original: de 27 de setembro de 1961 a 18 de abril de 1962.
Duração: 25 minutos.
Temporadas: 1 (30 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: TCJ Eiken.

O Desenho.


O desenho Manda Chuva, grande sucesso dos estúdios Hanna-Barbera, foi inspirado numa série americana de sucesso chamada The Phil Silvers Show (1955-1959). Este espetáculo era estrelado por Phil Silvers no papel do Sargento Ernest G. Bilko, do exército dos Estados Unidos, que tentava passar a maior parte do tempo em armar algum tipo de golpe, para conseguir um rápido enriquecimento usando para isso os soldados sob seu comando, para ajudar em seu plano. Com base neste personagem tão malandro, os produtores da Hanna-Barbera criaram um desenho animado tendo como fundo um líder trapaceiro, na forma de um gato, de uma gangue, também de gatos, que vivia num beco em Nova Iorque.

Manda Chuva (Top Cat) estreou no horário nobre da televisão americana em setembro de 1961, na esteira do sucesso de Os Flintstones, a primeira animação a ser exibida à noite. Como era destinado tanto aos adultos quanto às crianças, os roteiros do desenho costumavam ser mais elaborados. A série durou até abril de 1962, quando foi ao ar o trigésimo e último episódio. Ainda hoje é um dos personagens mais marcantes de Hanna-Barbera em todo mundo..

A História.


Próximo do Brooklyn, Queens e Bronx fica o beco Hoagie, enterrado num complicado sistema de avenidas e pequenas ruas de Nova Iorque, bem próximo as docas, é lá que mora o gato Manda Chuva e sua turma de cinco amigos felinos. O lugar é um labirinto de vielas cheio de sucatas, mas para a Turma do Manda Chuva é como morar num hotel 5 estrelas.

Dormindo num latão de lixo bem ao lado do telefone da polícia (que usa para fazer seus contatos e se manter informado sobre os resultados das corridas) Manda-Chuva, “TC” para os íntimos, é o chefe malandro e tagarela do grupo que está sempre tentando curtir a vida numa boa, usando sempre a malandragem e muita lábia para se dar bem pelas ruas da cidade de Manhattan. A simples menção da palavra “emprego” é capaz de causar arrepios a todos esses vagabundos bichanos.

Entre os amigos de Manda Chuva estão: o seu braço direito, o gato Xuxu, que vive de olhos sempre abertos, usa uma camisa de gola alta e é o mais alto da turma; o gato Batatinha, muito bem intencionado, amável, bonitinho, baixinho e carinhoso, incapaz de fazer mal a uma mosca; Espeto, que tinha um estilo cafona e moderno ao mesmo tempo, além de um jeito “inconfundível” de falar; Bacana, que mesmo sendo um conquistador de boa reputação com as ‘gatinhas’, raramente estava em companhia delas; e o Gênio, o único da turma que usava relógio, mas infelizmente não conseguia dizer as horas.

O principal problema da turma era o Guarda Belo, o homem responsável por cuidar da ordem na região onde vive a gangue de felinos. Belo estava sempre de olho nos truques dos gatos e não gostava da turma do Manda Chuva e de suas malandragens, principalmente quando eles usavam o telefone exclusivo da polícia para fazer ligações particulares. Belo tentava sempre arrumar uma maneira de expulsá-los do beco Hoagie, mas nunca obtinha sucesso.

No Brasil.


No Brasil o sucesso de Manda Chuva também foi grande, principalmente pela excelente dublagem da AIC – São Paulo, que recebeu por aqui, “abrasileirando” alguns nomes. Na maioria das vezes a cidade era chamada de Brasília (cidade que havia sido fundada fazia pouco tempo), o dinheiro era o Cruzeiro (ou Cabrais), e o alfaiate “Lou” acabou virando “Lau”. Manda-Chuva recebeu a voz do ator global Lima Duarte que também emprestou sua voz ao gato Espeto.

Estreou no Brasil em 1963 pela TV Record e afiliadas, ocupando o horário das 19h30. Esteve em várias emissoras nos anos 70 e 80, incluindo a Rede Globo quando fazia parte do Xou da Xuxa. Na TV por assinatura foi exibido pelo Cartoon Network, Boomerang e Tooncast.

O personagem Manda Chuva teve vida mais longa nos quadrinhos. Entre 1962 e 1973 foram publicadas 52 edições do gibi baseado no personagem. No Brasil, a Abril lançou uma revista própria do gato no começo dos anos 80.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin