Emissora: CBS.
Emissora no Brasil: Rede Record e TV Gazeta.
Transmissão Original: de 13 de setembro de 1969 a 31 de outubro de 1970.
Duração: 30 minutos.
Temporadas: 3 (25 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Hanna-Barbera Productions.

O Desenho.


Era época do movimento hippie, com jovens usando calças com bocas largas, visual surrado e usando cores psicodélicas. Na televisão os estúdios Hanna-Barbera atendia a um pedido do produtor Fred Silverman que queria um desenho que trouxesse mistério, comédia e aventura, nascia em 1969 Scooby-Doo Cadê Você?.

O desenho a princípio recebeu o título de “Mysteries Five” (O quinteto do mistério), depois alterado para “Who’s S-s-s-s-cared?” (Quem está com m-m-m-medo?). Fred Silverman, na época chefe de programação da CBS (emissora que exibia o seriado), sugeriu depois de ouvir a frase “scooby-dooby-doo” na música “Strangers in the Night”, cantada por Frank Sinatra, o nome do personagem canino e conseqüentemente o definitivo da série.

O seriado estrelado pelo personagem canino passou por várias fases. Na primeira, o grupo investigava sozinho casos que envolviam mistério. No final da década de 1970, cada episódio contava com a participação de algum astro (versões caricatas de atores e atrizes famosos) e outros personagens da Hanna-Barbera. O casal Sonny e Cher, Os Globetrotters, Don Knotts, a Família Addams, Batman e Robin, o Gordo e o Magro, Dick Van Dyke, Jeannie e Babu e até os Três Patetas foram alguns dos homenageados. Em 1979, ele ganhou um sobrinho chamado Scooby-Loo (Scrappy-Doo no original). A Hanna-Barbera lançou em 1988 uma série que mostrava a infância de Scobby e sua turma.

Scooby-Doo tornou-se um grande sucesso em todo mundo, inaugurando o gênero “terrir” em desenhos animados e influenciou outras produções de caçadores de fantasmas juvenis, tais como: As Panterinhas, O Fantasminha Legal, Goober e os Caçadores de Fantasmas, Shmoo, A Foca Fofa e  Bicudo – O Lobisomen e Clue Club.

A História.


Casas mal-assombradas, múmias, ladrões, mulas sem cabeça, caveiras flutuando, esse é o universo de Scooby-Doo, um cão da raça Great Dane que viaja com um grupo de jovens metidos a detetives num furgão psicodélico chamado Máquina Mistério.

O grupo de adolescentes presta serviço para a empresa Mistery Inc., criada pelos próprios detetives, que vivem seguindo pistas em lugares onde a maioria dos jovens da sua idade gostariam de passar longe. Depois de perseguir implacavelmente o suposto fantasma ou criatura que está aterrorizando as redondezas, o grupo põe em prática um plano para capturá-lo e no final chega a conclusão que a tal assombração não passava de alguém mascarado afim de tirar vantagem da fantasia de monstro para um propósito ambicioso. Ao ter seus planos frustrados por Scooby e sua turma, ao vilão só cabe lamentar: “Eu teria conseguido se não fossem esses garotos intrometidos”

Scooby-Doo o grande astro da série, é completamente atrapalhado, morre de medo dos monstros que tem que caçar e tem um apetite insaciável. Mesmo com essas qualidades (!), Scooby-Doo acaba sempre ajudando na solução dos casos, acidentalmente ou com a ajuda de seu apurado faro; Além de Scooby, o grupo de caçadores de mistérios possuí o metido a líder Fred Jones, um rapaz boa pinta que cria as mais variadas engenhocas para ajudar na solução dos mistérios; Daphne Blake, uma patricinha que geralmente é usada como isca para que os vilões sejam apanhados. Extremamente vaidosa, no meio de uma crise, Daphne é capaz se preocupar com a maquiagem. A personagem foi inspirada na dubladora Indira Stefanianna Christopherson que emprestou seus traços e voz para a criação de Daphne; Velma Dinkley, uma garota muito inteligente que é quase sempre quem desvenda os casos de mistério, mas que não tem sorte com os homens pois não está muito em forma. A única coisa que pode impedir Velma de criar grandes planos para caçar os fantasmas é perder os seus óculos, pois é completamente míope.

Mas o maior amigo do Scooby é magricelo Salsicha, que assim como cão detetive é covarde e faminto, não perdendo a chance de sair correndo no meio de uma perseguição, ou de procurar uma cozinha para fazer um lanchinho.

No Brasil.


No Brasil o desenho também atingiu um estrondoso sucesso, principalmente pela dublagem extraordinária realizada pela Herbert Richers, onde consta nomes como: Orlando Drummond, no papel de Scooby-Doo e o rei do “caco” Mário Monjardim, fazendo o Salsicha com seu sotaque acaipirado (Scooby-Doo meu filho, cadê você?).



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin