Emissora: Syndication.
Emissora no Brasil: TV Tupi, TV Rio, Rede Globo, TV Bandeirantes e SBT.
Transmissão Original: de  2 de outubro de 1958 a 24 de abril de 1962.
Duração: 30 minutos (6 por desenho).
Temporadas: 4 (68 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Hanna-Barbera.

 

O Desenho.


A ideia de Dom Pixote surgiu logo depois de 1944 quando os diretores do departamento de animação da Metro-Goldwyn-Mayer, William Hanna e Joseph Barbera fundaram um companhia chamada H-B Entreprises, que se dedicava à produção de comerciais para a televisão.

Tendo estreado em 1958, Dom Pixote foi o show que colocou a agora lendária dupla William Hanna e Joseph Barbera no mapa. A série, patrocinada pelos cereais Kellogy’s, foi o primeiro programa totalmente animado produzido exclusivamente para a televisão. Um cachorro azul de fala arrastada, Dom Pixote era maravilhoso enquanto desfilava pelo mundo da animação com suas observações inteligentes.

Dom Pixote era para ser um cão normal, de pelo marrom, mas devido a um erro de coloração, ele foi pintado de azul e Joe Barbera adorou a ideia. Em 1960, o desenho tornou-se a primeira série animada de TV a ganhar o prêmio Emmy.

O programa era composto, além das aventuras de Dom Pixote, por outros segmentos como o de Zé Colmeia, Plic e Ploc. Pouco tempo depois Zé Colmeia obteve seu próprio programa em 1961 e o seu segmento foi substituído por Joca & Dingue-Lingue.

A História.


Dom Pixote é um cão de caça puro sangue, de muitos chapéus, que pode ser visto como um verdadeiro Dom Quixote de La Mancha canino, afinal de contas ele está sempre pronto para uma aventura, acreditando ser muito mais guerreiro do que realmente é.

Seja domando leões, bancando o carteiro, capturando ladrões de banco, atuando como bombeiro ou laçando dinossauros, Dom Pixote nunca descansa no seu combate aos malfeitores. Ele fica firme até que sua missão esteja concluída, fazendo o impossível parecer fácil, indo de uma situação bizarra a outra com resultados hilários.

Pelas suas andanças repletas de aventuras, Dom Pixote não deixa de cantarolar sua velha e boa musiquinha: “Oh querida, oh querida, oh querida Clementina!”

Outras aparições.


Com o fim da série, Dom Pixote passou a ser figura constante em outras produções da Hanna-Barbera. Ele também apareceu em séries como A Turma do Zé Colméia, A Corrida Espacial e os Ho-Ho Límpicos! Dom Pixote também participou como estrela em 1980 do telefilme The Good, the Bad, and Huckleberry Hound, sátira do faroeste Três Homens em Conflito.

 

No Brasil.


Dom Pixote debutou nas telinhas brasileiras em 1961 na TV Tupi, onde era exibido aos domingos às 18h. Na ocasião recebeu a dublagem eficaz do ator Older Cazarré,  que rapidamente ajudou a popularizar o personagem no país, com uma voz que nada tem a dever ao divertido original, mantendo o ar de sujeito do interior e esperto. No final dos anos 60, o desenho era mostrado nas tardes da TV Rio.

Nos anos 70 o desenho estava na programação da Rede Globo, no período vespertino, e no início dos anos 80 era exibido pela TV Bandeirantes, primeiramente num horário intitulado Hanna-Barbera e depois dentro dos programas infantis do canal. A partir de 1994 começou a ser mostrado no SBT .

Nos anos 1990 o desenho foi redublado pela Sincrovídeo, que também se encarregou de dar a versão brasileira a alguns outros episódios nunca exibidos no Brasil.  Pietro Mario dublou o protagonista mantendo as características da dublagem original.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin