Emissora: ABC.
Emissora no Brasil: TV Bandeirantes e TV Record.
Transmissão Original: de 13 de setembro de 1974 a 28 de março de 1975.
Duração: 50 minutos.
Temporadas: 1 (20 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Francy Productions Inc. e Universal Television.

A Série.


A série Kolchak: Demônios da Noite, durou apenas 20 episódios, o suficiente para o ainda garoto Carter ficar impressionado e criar anos depois a série de maior sucesso do gênero, Arquivo X. Também, para uma época em que os bons filmes de terror estavam em toda parte, Kolchak conseguiu inovar e amedrontar muita gente.

Carl Kolchak era o personagem principal de um livro chamado “The Night Stalker”, escrito por Jeff Rice. Kolchak. Jeff Rice conseguiu vender os direitos de filmagem pra divisão de TV da Universal Pictures antes mesmo de o livro ser publicado. Durante anos, cópias da história ficaram perdidas na gaveta dos produtores, até que no começo dos anos 70 o produtor Dan Curtis, que ficou deslumbrado com a história, se encarregou de levar o livro para telinha. Curtis adorava histórias de terror e viu em Kolchak: Demônios da Noite a oportunidade de mostrar uma criatura da noite da maneira como ele sempre quis: um ser degenerado, sem escrúpulos, a completa personificação do Mal.

O episódio piloto “Pânico e a Morte na Cidade” foi exibido no dia 11 de janeiro de 1972 contando uma história resumida da obra literária: uma série de assassinatos estranhos começa a ocorrer na cidade de Las Vegas. Estranhos porque todas as vítimas aparecem com o corpo drenado de todo os seu sangue e com dois furos estranhos no pescoço. O repórter local, Carl Kolchak é encarregado de investigar o caso para o seu jornal, até chegar a conclusão que o assassino, Janos Skorzeny, não era um louco fanático pelo Conde Drácula e sim homem com caninos aguçados e imortal. É claro que as autoridades fazem o papel da outrora cética Dana Scully e acredita que Kolchak deva ser louco e que com tal mania iria ferir o turismo local. O piloto foi um estrondoso e inesperado sucesso tornando-se o longa da TV de maior audiência até aquela data.

Um ano depois, em 16 de janeiro de 1973, foi apresentada a segunda aventura de “Kolchak, A Noite do Estrangulador”, escrita por Richard Matheson. A aventura se passava em Seattle, e Kolchak dessa vez persegue um assassino que após estrangular suas vítimas retira uma quantidade razoável de sangue de seus corpos. Dirigido por Dan Curtis, o filme foi outro grande sucesso e abriu as portas do repórter para uma série semanal. Matheson desenvolveu neste segundo trabalho algum humor  no personagem, aproximando-o do público.

A série de Kolchak foi então produzida para ABC através da Francy Productions. A estréia não poderia ter sido num dia mais apropriado, numa sexta-feira 13. Para cortar alguns custos, McGalvin dispensou Richard Matheson e contratou alguns escritores para desenvolver histórias semanais, mas o conceito da série continuou bastante similar ao dos longas. Até o mesmo elenco foi mantido. As histórias agora eram ambientadas em Chicago e Carl Kolchak passou a trabalhar para INS – Independent News Service (Serviço de Imprensa Independente). Mantendo o clima dos melhores filmes de terror, Darren McGavin preferiu não mostrar explicitamente seus monstros semanais, deixando que ele fosse visto apenas no final do episódio, tentando fazer com que o expectador usasse sua imaginação.

A série era recheada de violência (tendo episódios censurados no Brasil), sua edição final, feita com muitos cortes curtos ao invés de longos closes, aliada a uma excepcional fotografia, típica dos melhores filmes do gênero, dava um verdadeiro clima de suspense. Kolchak enfrentava toda semana demônios, monstros, androides, humanoides, lobisomem, vampiros, zumbis e mais uma infinidades de criaturas, mas o principal deles é o incrédulo editor Tony Vicenzo com quem precisa discutir a existência ou não de tais seres.

O ator que deu vida ao corajoso repórter foi Darren McGavin que já havia protagonizado a série The Outsider, onde ele fazia um presidiário que era contratado como um detetive para encontrar um corrupto. Esse filme de mistério de 1967 mostrou o quanto McGavin se dava bem neste tipo de papel. Ao ser contratado para interpretar Kolchak, talvez tenha sido um dos maiores acertos dos produtores da Universal, pois Darren deu ao personagem credibilidade, com seu olhar sereno e seu humor sarcástico.

Após o vigésimo episódio da série os produtores resolveram não mais mantê-la no ar com tão baixa audiência.

 

A História.


Carl Kolchak era um sujeito “pé-no-chão”, cínico, de cara amassada e que usava um chapéu de palha. Trabalhava como repórter  do do Independent News Service (INS), localizado em Chicago. Para conseguir a sua sensacional manchete abria a mente e caçava notícias que envolvessem casos sobrenaturais.

Simon Oakland era o editor de Kolchak; Ron Updyke (Jack Grinnage), um repórter rival da INS; e Emily Cowles (Ruth McDevitt), uma anciã colunista que era a única por quem Kolchak tinha simpatia. Em cada episódio semanal, Kolchak investigava assassinatos envolvendo sobrenatural e ficção científica.

Sempre acompanhado da sua máquina fotográfica e seu gravador, o jornalista vivia sendo desacreditado pelos editores de jornais que não levavam e desacreditavam de suas estranhas teorias. Apesar disso,  Kolchak enfrentava ao longo da série vários personagens do mundo sobrenatural, como múmias, zumbis, lobisomens, bruxas, fantasmas, demônios, vampiros e outras criaturas de meter medo, além de Jack o estripador e Helena de Tróia que rouba a juventude das mulheres do século XX.

No Brasil.


Kolchak: Demônios da Noite começou sua transmissão nas telinhas brasileiras em novembro de 1975, sendo levado ao ar na TV Bandeirantes aos sábados às 22h30. O programa ficou sendo reprisado no canal até 1976 quando saiu por um longo período da televisão brasileira.

A série só retornou à telinha por aqui em 1990, pela TV Record, sendo exibida diariamente às 22h30.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin