Emissora: TV Asahi.
Emissora no Brasil: Rede Globo, TV Tupi e TV Record.
Transmissão Original: de 11 de outubro de 1967 a 01 de abril de 1968.
Duração: 24 minutos.
Temporadas: 1 (26 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Toei Company.

A Série.


O Robô Gigante, criado por Mitsuteru Yokayama para os quadrinhos, ganhou sua série de televisão produzida pela Toei. A série Robô Gigante estreou no dia 11 de outubro de 1967 e foi um sucesso mediano nos anos 60, ficando pouco tempo no ar, sendo cancelada no ano seguinte após a produção de apenas 26 episódios.

O seriado foi o primeiro trabalho como diretor do técnico de efeitos especiais Nobuo Yajima, Na época, o herói concorreu direto com o seriado do lendário Ultra Seven.

O ator mirim Mitsunobu Kaneko havia se destacado antes na série Akuma-kun (“O Pequeno Demônio”), produzido pelo mesmo estúdio Toei Company. Ele nunca mais teve um trabalho de repercussão e logo saiu da área artística. Faleceu em 1997, aos 41 anos.

Mitsuteru Yokoyama criou também outro famoso manga/anime chamada Tetsujin (Gigantor). Essas duas criações  possuem muitas semelhanças, pois ambos eram robôs manejados por garotos prodígios, podiam voar e seus desenhos foram inspirados em guerreiros antigos. Tetsujin tinha as formas mais parecidas com um guerreiro troiano ou um gladiador romano, já o Robot Giant tinhas as características de uma esfinge egípcia.

Nos anos 90, entre 2 de julho de 1992 até 25 de janeiro de 1998, uma nova série animada contendo 7 episódios foi produzida no Japão, pela Mu Film Company, com direção de Yasuhiro Imagawa, baseado no original manga “Giant Robo”, denominada Giant Robo: The Animation. Nesta nova versão o jovem garoto que controla o Robô Gigante chama-se Daisaku e se envolve com agencia de espiões chamada The Experts of Justice (Os Peritos da Justiça). Esta série foi liberada para vídeo caseiros para os Estados Unidos, pela Manga Enterprises em 1995.

Em 17 de maio de 2005 mais três vídeos de 30 minutos cada, um spin-off chamada The Giant Robo OVA, todos eles protagonizadas pelo agente secreto GinRei, foram oficialmente lançados em DVD pela Media Blasters Studio.. São eles: Barefoot GinRei (1994), Steel-Armed GinRei (1995) e GinRei with Blue Eyes (1995).

A História.


A história tem início quando um ser espacial vem com sua nave à Terra e decide conquistá-la usando sua avançada tecnologia para criar monstros e máquinas de guerra. O invasor em questão é o monstro que se autointitula Imperador Guilhotina, líder do Bando BF (Big Fire), um exército de soldados e cientistas sempre prontos para cumprir seus planos de dominação mundial. Contra eles, a organização paramilitar Unicorn tem agentes especiais sempre prontos para o combate.

Numa noite tranquila, o monstro marinho Dacolar surge e afunda um navio de passageiros japoneses, iniciando os ataques do Bando BF. Os únicos sobreviventes são o garoto Daisako Kusama (que viajava sozinho) e um homem chamado Jyuro Minami, o agente secreto U3, da Unicorn. Chegando em uma ilha misteriosa que servia de base para o BF, eles são capturados e levados a um hangar subterrâneo. Lá, encontram o enorme robô de combate que estava sendo finalizado. O cientista que estava sendo forçado a construir o chamado Robô Gigante, mostra a Daisako e Minami o relógio-comunicador que seria usado para comandar sua criação. De brincadeira, Daisako fala perto do microfone, e sua voz acaba sendo registrada na memória do Robô. Mas o velho cientista tinha planos de destruir o gigante de metal para que não fosse usado contra a humanidade e se rebela contra seus captores. Ele acaba morto, mas antes consegue ativar uma bomba que havia preparado.

Minami e Daisako escapam por pouco e, de longe, veem a base voar pelos ares. Mas, para a surpresa de todos, o Robô Gigante resistiu e a explosão fez com que seus circuitos fossem ativados. Uma vez operacional, Daisako descobre que podia controlar o Robô. Tendo sido a primeira voz identificada pelo gigante, o garoto passa a ser seu mestre.

Recrutado para a Unicorn pelo Chefe Azuma, Daisako recebe o codinome U7, passando a agir secretamente para combater o Bando BF. Entre os destaques da equipe, havia ainda outra criança, a pequena Mari Hanamura, dotada de extrema inteligência.

Arma suprema da Unicorn, o Robô Gigante era capaz de voar e desferir uma variedade de ataques, como raios laser (emitidos dos olhos), lança-chamas (da boca), mísseis (da ponta dos dedos) e seu mais famoso golpe, o Soco de 1 Megaton, que levava qualquer inimigo a nocaute. Enfrentando monstros, outros robôs e gigantescas máquinas de guerra, o Robô Gigante trava batalhas difíceis, sempre vencendo graças ao seu vasto arsenal.

No final da série, o Imperador Guilhotina se torna um gigante e ameaça explodir seu corpo com força suficiente para destruir a Terra. Restou ao robô levar a ameaça para longe e, contrariando ordens de Daisako e mostrando vontade própria, explodir no espaço junto com o vilão. Foi um final bastante dramático e até incomum nesse gênero de seriado, quebrando clichês e deixando muitos fãs chocados.

 

No Brasil.


Robô Gigante apareceu pela primeira vez no Brasil exibido pela Rede Globo durante o ano de 1970, sendo apresentado diariamente nos finais de tarde do canal. No final dos anos 70 podia ser visto entre as atrações do Clube do Capitão Aza, dessa vez pela TV Tupi.

Depois, entre os anos de 1982 e 1985 foi atração na TV Record, quando era apresentado diariamente às 19h. Na Record o seriado se perdeu no incêndio que atingiu a emissora no inicio da década de 90. Assim sua dublagem tornou-se algo raro de ser encontrado.

Foi lançado em DVD pela CultClassics, contendo todos 26 episódios em inglês com legendas em português, essa versão lançada aqui é a versão americana da serie, intitulada “Johnny Sokko and his Flying Robot”  que é a exibida no Brasil com abertura instrumental. A abertura original em japonês é cantada.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin