Emissora: NBC.
Emissora no Brasil: TV Paulista, TV Excelsior, TV Record, TV Bandeirantes, TV Globo, Warner Channel, RedeTV!, Nickelodeon e TV Assembleia.
Transmissão Original: de 18 de setembro de 1965 a 26 de maio de 1970.
Duração: 30 minutos.
Temporadas: 5 (139 episódios).
Preto e branco e Cores.
Companhias Produtoras: Columbia Pictures Television.

  

A Série.


Depois do sucesso de A Feiticeira a NBC passou a ver no filão de “mágicas” uma enorme fonte de audiência e decidiu encomendar um projeto semelhante. A emissora procurou pelo novelista Sidney Sheldon e pediu para que este criasse uma série, que se chamou Jeannie é um Gênio.

Jeannie é um Gênio foi distribuída pela Columbia Pictures Television e apresentada originalmente nos Estados Unidos pela rede NBC, de 18 de setembro de 1965 até 26 de maio de 1970, num total de 139 episódios, de 30 minutos aproximadamente cada episódio.

A atriz Barbara Eden sempre foi a primeira escolha de Sidney Sheldon para o papel de Jeannie, já que o mesmo admirava sua beleza e sensualidade. Larry Hagman foi escolhido dentre vários atores que fizeram testes para o papel de Anthony Nelson.

Consta que sua situação pessoal não era nada boa na ocasião, já que tinha apenas US$ 20 dólares no bolso e estava a 9 meses desempregado, com a família acampada numa praia. Curioso se considerarmos que Hagman era filho da atriz Mary Martin e de um advogado chamado Benjamin Hagman. Bill Daily foi convidado para ser Roger Healey pelo fato de ter atuado num dos primeiros episódios de A Feiticeira (episódio este que foi assistido por Sidney Sheldon).

Barbara Eden ficou grávida no 1º ano da série, obrigando o pessoal dos figurinos a elaborar um disfarce para sua barriga. A solução encontrada foi o uso de um véu que saia do chapéu, dava volta no pescoço e terminava do outro lado do chapéu, envolvendo o rosto de Barbara. Em alguns capítulos aparece a irmã espertalhona de Jeannie, que era representada pela própria Barbara Eden e quando as duas precisavam aparecer em uma mesma cena a duble utilizada era Evelyn Moriaty.

Em 23 de agosto de 1995 o ator Larry Hagman sofreu um transplante de fígado, por problemas causados pela bebida. Larry viciou-se ainda nos anos 60, durante a produção da série. Conta-se que, em muitas vezes chegava tão bêbado às filmagens que elas tinham de ser interrompidas. Além disso fumava maconha e tomava LSD.

Curiosamente o estúdio e até a equipe técnica que trabalhava em Jeannie é um Gênio, era a mesma de A Feiticeira, sua maior concorrente. Até a casa de Samantha e James era a mesma do casal Bellows.

Em 1973 e 1975 Jeannie ganhou uma versão em desenho animado, mas a produção de Hanna-Barbera em quase nada lembrava o seriado.

A História.


A história de Jeannie é um Gênio começa quando um Capitão da NASA, chamado Major Anthony Nelson, testa um novo foguete mas este apresenta problemas e cai numa ilha do Pacífico (na verdade, uma praia chamada Zuma, ao Sudoeste da Califórnia). Enquanto aguarda socorro, Nelson acha uma garrafa e ao abri-la liberta uma linda gênio com cerca de 2.000 anos de idade. A gênio se declara servidora de Nelson, a quem passa a chamar de “Amo”. Nelson reluta em levá-la pra casa, mas a gênio volta para a garrafa, conseguindo colocá-la entre os pertences do Capitão indo parar em sua residência, em Cocoa Beach.

O Capitão, agora Major, prefere que ela não faça uso de seus mágicos poderes e procura esconder a verdadeira identidade de Jeannie de todos os amigos, contando com apoio do também astronauta Roger Healey. Sempre que Jeannie usa suas mágicas, o major fica quase sem saída para explicar, aos superiores da Nasa, a confusão, principalmente para o Coronel Bellows, o psicanalista da base de operações da NASA, que tenta descobrir a causa das coisas estranhas que passam a acontecer quando ele está por perto, mas o Major sempre tenta convence-lo que tudo que está acontecendo tem uma explicação simples e natural.

Pouco antes do encerramento, Jennie consegue realizar seu sonho e objetivo, que era o de casar com o Major Nelson, mas estranhamente isso não agradou ao público e segundo alguns autores, esse pode ter sido a causa que determinou o final da série.

 

No Brasil.


A série estreou no Brasil em 1966, pela TV Paulista, tendo sua primeira temporada apresentada e alcançando grande sucesso. Em 1968, a série foi adquirida pela TV Excelsior, que mostrou a segunda temporada até 1969. Larry Hagman foi entrevistado em sua vinda ao Brasil.

Com a falência da Excelsior, a série foi para a Rede Record em 1970, emissora que também exibiu a terceira, quarta e quinta temporadas inéditas. Na Record o programa ocupava o horário das 14h.

Em 1973 chegou à TV Bandeirantes onde era levada ao ar diariamente às 14h e no ano seguinte foi adquirida pela TV Globo também sendo apresentada às tardes. Com a chegada da TV em cores, os episódios da primeira temporada, foram retirados do ar. Na Globo ficou até 1977, saindo da programação e voltando na mesma emissora apenas em 1981. Com o cancelamento da série na emissora de Roberto Marinho em 1982 Jeannie transferiu-se para a TV Record já no ano seguinte.

Em 1987 retornou à TV Bandeirantes dentro do programa Carrossel. Permaneceu no ar até 1991 quando já ocupava o horário da manhã.

Em 1996, a série retornou ao Brasil pelo canal por assinatura Warner Channel; a surpresa era a dublagem original preservada. Episódios da primeira temporada em preto e branco também aparecem, alterando a exibição com os coloridos das outras temporadas. Poucos episódios foram exibidos legendados, devido a danificação da dublagem original destes episódios. Ficou no ar até 1998.

A série retornou em 1999, na inauguração da RedeTV!, em pleno horário nobre, e com audiência que surpreendue os diretores da emissora. Com isso, em 2001, a rede anunciou uma surpresa: a primeira temporada voltava ao ar, agora colorida por computador e com a dublagem original. Saiu do ar em 2002, retornando em 2004 pela Canal 21, com exibições que variaram entre diárias e apenas duas vezes por semana.

Em 2005 o seriado foi apresentando dentro do horário chamado Nick at Nite no canal por assinatura Nickelodeon.

Foi também exibida pela TV Assembleia (Piauí), canal público da Assembleia Legislativa do Piauí.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin