Lion Man

Emissora: NBC.
Emissora no Brasil: TV Record, USA Network e Sci-Fi Channel.
Transmissão Original: de 26 de Março de 1989 a 5 de Maio de 1993.
Duração: 45 minutos.
Temporadas: 5 (97 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Universal Tv e Belisarius Productions.

textoepisodios videoelencotrilha

A Série.


Criada por Tomio Sagisu em 1968 com o título inicialmente de Jaguarman, a série Lion Man só foi ao ar no dia 1º de abril de 1972, no Japão via TV Fuji. A série ficou no ar até 7 de abril de 1973.

No início o projeto foi engavetado pois os produtores tinham medo de arriscar em algo diferente, que fugisse do padrão estabelecido pelos sucessos da época. Mas devido ao sucesso de Spectroman, os executivos da TV Fuji trataram de encomendar para Sagisu um novo seriado, mas que o herói tivesse o tamanho de um homem qualquer, para concorrer diretamente com Kamen Rider, a febre da época. A principal mudança no conceito original foi a troca de Jaguar por um Leão, que deu origem ao herói Lion Man.

O programa de cara chocou por trazer um herói inovador, mas o grande trunfo da produção era a época em que se passava: o período do Japão feudal, onde os roteiristas poderiam criar histórias fascinantes sobre a era que mais mexe com a imaginação dos japoneses, abrindo um leque enorme para histórias interessantes e todo tipo de situações fantasiosas possíveis.

Os efeitos especiais da série eram precários. O vilão da história, o Diabo Gozum,  ficava escondido numa caverna e até perto do final, só víamos sua boca de pedra dando ordens. Se por um lado a produtora não investiu em efeitos, por outro teve um trabalho bem feito na escala dos dublês. Usando como cenário regiões remotas do Japão, a equipe precisava correr por estradas de terra batida, subir em árvores e descer morros que pareciam prestes a desmoronar.

O tema musical era tirado dos famosos faroestes italianos e dava um toque diferente e curioso à produção.

 

A História.


Dan Shimaru (Tetsuya Ushio), para vingar a morte do irmão e a destruição de sua aldeia, jura vingança contra a Família de Mantor e vaga pelo Japão medieval como Lion Man. Ele segue os passos de seu ancestral, um ninja que foi o primeiro Lion Man (de cor branca). Durante o percurso, acaba conhecendo e salvando os irmãos Shinobu (Ryoko Miyano) e Sankichi (Tsunehiro Arai) dos Mantor, e os dois passam a ajudá-lo em muitas batalhas. Dan Shimaru também acaba conhecendo dois outros ninjas que sabem sobre a tática da transformação. O primeiro a aparecer é Jaguar (Masaki Hayasaki), o Invencível Felino, e mais tarde Tiger Jo (Shingo Fukushima). Os três, mesmo com suas desavenças e problemas, lutam contra a Mantor do Diabo, a fim de salvar a Terra das garras deste temível clã da maldade.

Habilidoso na arte da luta com espada, Shimaru possui um mini jato rústico preso às costas que lhe permite voar. No voo, transforma-se em Lion Man, um ser dotado de grande força física. Seu golpe fatal é o “Furacão Lion Man”, aplicado com sua espada kataná.

Lion Man (Fuun Lion Maru, que significa Tempestuoso Lion Man) trazia a marca dos efeitos pobres do estúdio P-Productions. Isso prejudicou o bom trabalho do ator principal e a seriedade dos roteiros, cheios de duelos de honra, sacrifícios de amizade, sangue e até morte de crianças

No Brasil.


Exibido no Brasil pela TV Manchete, Lion Man foi prejudicado por aqui por ter sido exibido no auge da explosão de seriados live-action que ocorreu na virada da década de 1990, liderada por Jaspion e Changeman o que acabou ofuscando suas histórias.

Além da série de 26 episódios, a Manchete também exibiu alguns episódios da série do Lion Man original, deixando muitos telespectadores confusos sobre cronologia. O ancestral do guerreiro aparece em um dos episódios desta dramática e subestimada série.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*