É uma série clássica de faroeste sobre um um lendário viajante que usava sempre uma chapéu preto e uma bengala.

Emissora: NBC.
Emissora no Brasil: TV Record, TV Rio, Rede Globo e MGM.
Transmissão Original: de 8 de outubro de 1958 a 1 de junho de 1961.
Duração: 60 minutos.
Temporadas: 3 (107 episódios e 8 telefilmes).
Preto e branco.
Companhias Produtoras: Ziv Television Programs e United Artists Television.

O Personagem.


Bat Masterson foi um personagem real, chamado William Barclay Masterson, que nasceu no dia 24 de novembro de 1856 em Quebec no Canadá.

O que se sabe sobre Batmasterson é que era o segundo filho de cinco irmãos, e cresceu nas fazendas de Nova Iorque, Illinois, Kansas e Quebec. Foi caçador de búfalos na adolescência ao lado dos dois irmãos, Ed e Jim. Enquanto viajava sozinho para o Texas teve contato com os opressivos índios Comanche. Foi explorador para o exército norte-americano na campanha contra os Kiowa e os índios Comanche. Acabou se tornando xerife ao lado de Wyatt Earp em Dodge City em 1876.

Seu primeiro tiroteio ocorreu em Sweetwater, Texas (depois Mobeetie), (1876) quando arrumou uma briga por causa de uma garota. Nesse mesmo ano encontrou Wyatt Earp em Dodge City, de quem foi ajudante. Nessa cidade ele publicou em 1884 o Vox Populi, sobre a política da cidade (continuaria a escrever como jornalista até a sua morte). Foi eleito xerife em Ford County, Kansas, ficando no cargo até 1879. Depois disso ele se tornou jogador, embora tenha sido ainda delegado federal em Trinidad, Colorado. Deixando o Oeste, ele foi para Nova Iorque onde se tornou deputado indicado pelo presidente Theodore Roosevelt. Ficou no cargo de 1908-1912.

Morreu de um ataque do coração em 1921. Está sepultado no Cemitério de Woodlawn.

A Série.


Bat Masterson tornou-se uma das mais conhecidas séries de faroeste de todos os tempos, desde que estreou no dia 8 de outubro de 1958. Durante três temporadas o ator Gene Barry interpretou o ex-homem da lei que se transformava no defensor dos oprimidos. Ao todo foram 108 episódios mostrando as aventuras do herói título.

Nomes conhecidos como Ross Martin (o Artemus Gordon da série  James West) e até DeForest Kelley (Jornada nas Estrelas) participaram do programa. Já o ator Gene Barry (nome artístico de Eugene Klass) também estrelou a série Chefe Burke, da década de 1960.

Bat Masterson teve uma série de gibis lançada em agosto de 1959, pela Dell Comics (que também publicou versões quadrinizadas de outros westerns da TV, como Gunsmoke, Maverick, Zorro e Couro Cru. Essas HQs do Bat Masterson foram publicadas no Brasil pela Ebal, entre 1962 e 1964, na revista Aí Mocinho e no almanaque Reis do Faroeste, lançado na década de 1970.

A História.


Bat Masterson era um lendário viajante que defendia pessoas injustiçadas. Jogador nato, ele adorava um carteado e evitava exibir armas de fogo – preferia resolver seus problemas utilizando a inteligência e sua famosa bengala, que usava sempre junto a roupas finas, chapéu e uma típica gravata sulista.

Em meio aos brucutus do Velho Oeste, Bat Masterson era o símbolo da elegância e por isso mesmo era sempre visto com maus olhos pelos pistoleiros e arruaceiros da região, que faziam pouco caso de seu estilo “almofadinha”. O personagem foi baseado em William Bartley Masterson – um agente de Wyatt Earp na vida real.

Envolvimentos com intrigas, criminosos e belas damas recheavam os episódios da série, que retratavam o universo do Velho Oeste, com as suas estradas de ferro, carruagens, cavalos, fazendas de gado, índios, rios, minas de ouro, e saloons de jogo, onde o herói sempre ‘dava as cartas’ procurando malfeitores. Além da caça aos fora da lei, Bat acabava se envolvendo com outras confusões ao sair na defesa de seus amigos ou garotas.

 

No Brasil.


A série foi apresentada no Brasil inicialmente pela TV Record em 1961 (patrocinado pelo sabonete Cinta Azul). A popularidade de Bat Masterson foi tão grande por aqui, que Barry foi convidado a fazer um show no Brasil. Chegou no dia 23 de novembro de 1961, teve uma recepção entusiasmada no Aeroporto do Galeão, visitou o presidente João Goulart, encontrou seu dublador Murilo Néry e fez shows no Copacabana Palace e no Maracanãzinho, onde sorteou uma bengala de Bat Masterson.

Na época, Carlos Gonzaga cantava a versão em português do tema de abertura, que tornou-se também um estrondoso sucesso, como tudo que era ligado ao personagem. Os censores brasileiros perseguiram o herói do western americano por considerar a sua famosa bengala um símbolo fálico. Ficou na Record até 1963.

Em 1970 foi reprisada nas tardes da Rede Globo onde ficou até 1973. Também foi exibido legendado no canal a cabo MGM.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin