É uma série da década de 1970 que mostra as investigações de Jim Rockford e seu pai Rocky Rockford, trabalhando numa agência particular.

Emissora: NBC.
Emissora no Brasil: Rede Globo, TV Bandeirantes, TV Record e USA.
Transmissão Original: de 13 de setembro de 1974 a 10 de janeiro de 1980.
Duração: 60 minutos.
Temporadas: 6 (122 episódios e 8 telefilmes).
Cores.
Companhias Produtoras: Roy Huggins-Public Arts Productions.

A Série.


A década de 1970 foi a Era de Ouro dos seriados policiais. Entre eles, um destacou-se mais pela sua inventividade nos enredos que pela truculência. Criado e produzido pelo prolífero Stephen J. Cannel, estreava no dia 27 de março de 1974 a série Arquivo Confidencial (The Rockford Files), trazendo histórias extremamente originais que fugiam dos comuns clichês que o gênero impunha na época, além de contar sempre com uma grande surpresa no final de cada episódio.

Depois da exibição na NBC até o dia 10 de janeiro de 1980 o seriado foi mostrado em syndicated, totalizando 122 episódios, de aproximadamente 60 minutos cada, em seis temporadas.

A série nasceu inicialmente pelas mãos do produtor Roy Huggins, com um detetive particular que assumia casos de processos já encerrados, mas com a intervenção de Cannell, que decidiu se divertir principalmente com os clichês estagnados do gênero e desta forma decidiu quebrar as regras e o transformando num grande show de televisão. Cannell pode ser considerado o grande responsável para que o personagem assumisse um novo conceito dentro da televisão. Jim Rockford realmente quebrava aquele molde fixo da televisão baseados nos punhos e na cavalaria.

Arquivo Confidencial é visto por muitos críticos e também em diversas pesquisas de opinião como uma das melhores séries de televisão sobre investigação, ao lado de Harry O, da década de 70, pelo seu roteiro soberbamente recheada de mistérios, com a quantidade exata de ação, repleto de humor e relacionamentos pessoais bastante realistas.

A música tema trazia o solo de uma gaita, geralmente pontilhando frases e expressões hilárias do desarvorado private-eye.

A História.


Arquivo Confidencial, Jim Rockford era um ex-condenado a 20 anos de prisão por um crime que não cometeu. Depois de libertado, ele decidiu criar sua própria agência de investigação particular, sediada em sua casa, um desajeitado trailer na praia de Malibu (Califórnia), onde morava com seu pai, Joseph “Rocky” Rockford. Jim Rockford tornou-se então um detetive particular que quase nunca se dava bem em seu trabalho ou em sua vida pessoal, basta lembrar que cada vez que chegava em casa encontrava mensagens sobre cheques sem fundos em sua secretária eletrônica. Por isso mesmo, seu pai não se conformava com a profissão escolhida por ele.

Rockford não era chegado a confusão, por isso dificilmente apelava para a briga para resolver seus casos. Tinha apenas um revolver sem licença que guardava em um pote de biscoitos, mas raramente o usava. Quando saia em seu Pontiac Firebird, ia direto fuçar nos arquivos da policia em busca de serviço, e usava disfarces improvisados e muita malandragem para forjar cartões de visita e outros meios de ter acesso a arquivos secretos.

Solteirão convicto, ele tinha uma ex-namorada, a bela advogada Beth Davenport, que vivia livrando Jim dos apuros em que se metia constantemente.

Jim morava num trailer preferindo viver à sua maneira, num lugar apertado e sempre dentro das condições que lhe permitiam. Ele era também descrito como um detetive pobre, um homem comum, que falava de um modo grosseiro e com um humor típico de sua idade. Tinha também um relacionamento turbulento com a polícia e mantinha a sua própria rede de conexões com a marginalidade.

Rockford era avesso a socos, mas não era um homem covarde, mas pragmático, possuía um inabalável senso de moralidade e quase que obsessiva procura pela verdade.

 

No Brasil.


No Brasil Arquivo Confidencial foi exibido pela Rede Globo a partir do ano de 1976, sendo apresentando no horário nobre da emissora às terças-feiras.

Chegou à TV Bandeirantes em 1978 sendo apresentado nas noites de sexta-feira. A Rede Record adquiriu os direitos de transmissão do seriado a partir de 1981 onde foi mostrado nas madrugadas.

Em 2003 voltou às telinhas brasileiras pelo canal a cabo USA.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin