Emissora: NBC e USA Network.
Emissora no Brasil: SBT, Rede Globo, TV Gazeta, USA, Sony, Canal 21 e Rede Brasil.
Transmissão Original: de 16 de setembro de 1984 a 25 de janeiro de 1990.
Duração: 48 minutos.
Temporadas: 5 (112 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Universal Television.

A Série.


Miami Vice é talvez o mais fiel retrato da TV norte-americana da década de 1980. Com seu estilo característico – violência em câmera lenta, clips de rock e elegância sub-cucaracha -, o programa tornou-se um grande sucesso nos EUA, chegando a influenciar até a vida real. O vestuário adotado pelo personagem Sonny – com blazers por sobre a camiseta -, por exemplo, virou moda entre os americanos. As vendas de meias caíram e os homens procuravam aparelhos de barbear que os deixassem com aquele ar blasé de Don Johnson de quem tinha acabado de acordar. Os protagonistas Sonny e Rico tornaram-se referência fácil em filmes e séries por seu estilo yuppie que representava muito bem a década de 1980.

O sucesso estrondoso da série colocou os dois heróis nas capas das principais revistas americanas e tornou-os conhecidos em praticamente todo o mundo. Uma onda de brinquedos, CDs, calendários, pôsteres e todo tipo de quinquilharias que rende milhões, foi lançada. E a série continua arrebanhando fãs até hoje em todo mundo, mesmo depois do seu fim.

Miami Vice – que durou cinco temporadas – ficou conhecido também pelas inúmeras participações especiais, como de Bruce Willis, o cantor Glenn Frey (da banda Eagles), Phil Collins, Melanie Griffith (ex-mulher de Don Johnson), Wesley Snipes, Miles Davis, Willie Nelson, James Brown, Lee Iacocca, Richard, Roberto Duran, Frank Zappa, Don King, Danny Sullivan e outros.

A História.


Sonny era um policial durão que usava como disfarce a identidade de um traficante chamado Sonny Burnett. Divorciado de Caroline e pai de Billy, ele estava eventualmente às voltas com as mulheres e morava no barco, “St. Vitus Dance”, apenas com o seu crocodilo de estimação chamado Elvis, o ex-mascote da Universidade da Flórida. Crocket era um ex-vietnamita que trabalhava no departamento de policia de Miami há 10 anos e foi exatamente quando estava investigando o traficante colombiano Calderone que Rico Tubbs chegou a Miami atrás do mesmo criminoso.

Rico Tubbs era um tira nova-iorquino que estava atrás de Calderone por este ter assassinado seu irmão e seu chefe. A primeira coisa que ele fez ao chegar a Miami foi se indispor com Soony Crocket, mas foram obrigados a trabalharem juntos. O ar de malandro de Tubbs desapareceu durante a série deixando a Phillip o papel de um cara cool que se vestia com bom gosto e sabia dançar break. Tubbs acreditava que seu filho havia morrido, mas na verdade ele lhe foi tirado por antigo inimigo (John Leguizamo) que queria vingar a morte de seu pai.

Tubbs não podia voltar a Nova Iorque pois tinha alguns problemas por lá, assim acabou ficando em Miami e tornando-se parceiro de Sonny na divisão antidrogas, onde trabalhou se infiltrando sob a pele de Ricardo Cooper.

Já no sexto episódio ingressou na série o Tenente Martin Castilho, chefe da divisão de narcóticos de Miami que logo impôs  respeito até pra quem não trabalhava pra ele. De olhar frio e penetrante, Castilho era um ex-agente da CIA que havia trabalhado infiltrado na Ásia. Ele chegou a policia de Miami substituindo Lou Rodriguez, morto dois episódios antes, e logo mostrou sua capacidade profissional, apenas com ações, nunca falando mais do que o necessário.

A equipe de narcóticos de Miami ainda contava com a dupla de detetives Stan Switek e Larry Zito, dois atrapalhados tiras que dirigiam uma van de dedetização como disfarce, usando telefones grampeados e outros aparatos para monitorar os seus suspeitos. Gina Calabrese  e Trudy Joplin eram as detetives que, num roteiro nitidamente machista, viviam disfarçadas de prostitutas. Sonny e Rico ainda tinham a ajuda de um informante muito louco, chamado Noogie Lamont.

No Brasil.


No Brasil Miami Vice passou pela primeira vez em março de 1986, no SBT, onde teve suas três primeiras temporadas exibidas. Em 1990 a série foi para Rede Globo que exibiu os episódios inéditos mas com inúmeros cortes. Em 1991 a Rede Gazeta mostrou os episódios que faltavam do quinto ano e em 1993 a série voltou para Rede Globo agora de madrugada.

Na TV paga o seriado foi mostrado pelo USA e pelo Canal Sony, até chegar novamente a TV aberta quando foi exibido pelo canal 21 em 2001. Recentemente foi reprisada pela Rede Brasil.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin