É um anime lembrado por suas tristes histórias sobre o menino de madeira, que queria ser de verdade, e seu avô Gepeto.

Emissora: Fuji Television.
Emissora no Brasil: TV Tupi, TVS e Rede Globo.
Transmissão Original: de 4 de janeiro 1972 a 1º de janeiro de 1973.
Duração: 20 minutos.
Temporadas: 1 (52 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Tatsunoko Production.

 

O Desenho.


Pinóquio é um personagem criado por Carlo Collodi e editado como “As Aventuras de Pinóquio” num periódico entre 1882 a 1883, com os títulos de “Storia di um Burattino” e “Le Aventure di Pinocchio”, que foram ilustradas por Enrico Mazzanti. Em pouco tempo se converteu num clássico da literatura infantil e desde então tem sido utilizado em vários filmes e séries, entre eles um dos mais famosos e admiráveis que é o desenho animado produzido pela Disney em 1940.

Em 1972 o grande clássico, ganhou uma adaptação japonesa, através da produtora Tatsunoko Productions. A nova versão recebeu o nome de As Aventuras de Pinóquio (Kashi no ki Mokku), traduzido pelos japoneses nos Estados Unidos como Mock, the Oak Tree (“Mock, a Árvore de Carvalho”). A série  foi totalmente baseada no conto italiano de Collodi.

Se a história do menino de madeira da década de 1940 já usava uma grande carga de drama para ensinar às crianças os valores morais, esta versão animada conseguiu ser mais dramática que sua antecessora, uma tendência de alguns desenhos japoneses da época, que procuravam se aproximar da realidade fazendo as crianças derramarem lágrimas com alguns episódios para só sorrirem no final da série.

 

 O História.


A história de Pinóquio começa quando Gepeto, um idoso marceneiro, que vive sozinho, deseja ter um filho para lhe fazer companhia. O velhinho então talha em madeira um boneco de um tronco de uma árvore. A Fada do Carvalho Mágico dá a vida ao boneco e promete que se ele for uma boa pessoa e mostrar que tem um bom coração será transformado em humano no futuro. Para ajudar Pinóquio a sempre andar no caminho do bm ela recomendou o Grilo Falante, que agia como a consciência do menino, mas o boneco raramente lhe dava ouvidos e acabava sofrendo as consequências.

Pinóquio era muito ingênuo, por isso podia ser facilmente influenciado por más companhias que de um jeito ou de outro acabavam o colocando em algumas encrencas, era o momento então da consciência do garoto pesar e ele sair mentindo para seu vovozinho. Mas a Fada do Carvalho avisou a ele que não contasse mentiras aos outros se não seu nariz começaria a crescer.

A vida de Pinóquio transforma-se num calvário quando aparece o terrível Mestre dos Bonecos, um dono de circo que sobrevive explorando tudo que possa significar novas atrações para seus shows. Ajudado pela raposa Ladinólio, pela doninha Vadinólio e seu cão de guarda, o terrível vilão aprisiona Pinóquio e tenta escravizá-lo para exibição no circo ambulante.

O desenho enfatizava sempre o sofrimento do boneco de madeira, que vivia se lamuriando para seu “vovozinho” que ninguém queria brincar com ele por não ser um menino de verdade. Era triste ver que Pinóquio acabava se transformando na piada da vizinhança, mas nada mais deprimente do que ver o episódio em que Pinóquio tem os seus pés e parte da perna queimados pelo fogo, ou aquele em que Gepeto leva uma surra de vara dos piratas. Isso sem contar os episódios onde apareciam bruxas e seres diabólicos que também perturbavam a vida do azarado boneco.

No último episódio a Fada realiza o desejo de Pinóquio de virar um menino de verdade, ele corre atrás da Fada chamando-a de mamãe. O último episódio foi emocionante levou muita gente às lágrimas, ainda mais quando o vovozinho, que no capítulo anterior havia morrido, foi salvo pela Fada do Carvalho.

No Brasil.


No Brasil o desenho foi exibido primeiramente pela TV Tupi em 1978 e era comum encontrar várias crianças chorando a cada episódio que terminava. Houve, inclusive, protestos de mães contra o desenho e até um boato nunca comprovado de que um garoto havia se suicidado após assistir As Aventuras de Pinóquio.

A partir de 1981 passou a fazer parte da programação do fim de tarde da TV Record, onde ficou por três anos. Em meados da década de 1980 transferiu-se para o SBT dentro dos programas Bozo e Show Maravilha. Já na década de 1990 passou a ser exibido pela Rede Globo dentro da TV Colosso e em seguida na Sessão Aventura.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin