É um desenho animado dos anos 70, com as três belas detetives do seriado de TV, unindo forças ao herói pré-histórico Capitão Caverna para desvendar os casos.

Emissora: CBS.
Emissora no Brasil: Rede Globo, SBT e Boomerang.
Transmissão Original: de 10 de setembro de 1977 a 21 de junho de 1980.
Duração: 11 minutos.
Temporadas: 2 (62 episódios).
Cores
Companhias Produtoras:
Hanna-Barbera Productions.

O Desenho.


Antes de ganhar seu próprio seriado, o Capitão Caverna estreou na TV em 1977 – como um dos segmentos do programa estrelado por Scooby-Doo. Depois, ele voltaria a aparecer no programa Os Flintstones em 1977.

No mesmo ano, a Hanna-Barbera criou seu próprio seriado – onde o herói aparecia ao lado das Panterinhas (batizadas no Brasil com esse nome para aproveitar a popularidade do seriado As Panteras). Sem conseguir chamar a atenção, Capitão Caverna e as Panterinhas durou apenas quatro meses e foi cancelado. Mesmo assim, o personagem virou um coadjuvante bastante requisitado – inclusive aparecendo na nova versão dos Flintstones (que mostra uma nova geração de personagens) ao lado de seu filho Caverninha.

Capitão Caverna e as Panterinhas foi concebido por Joe Ruby e Ken Spears e teve sua transmissão original no canal de televisão norte-americano American Broadcasting Company (ABC), no dia 10 de setembro de 1977 ficando até 21 de junho de 1980.

A História.


O Capitão Caverna é talvez o primeiro super-herói de todos os tempos (afinal, ele começou na idade da pedra). Um homenzinho cabeludo e descabelado, baixinho, troncudo, narigudo e com um terrível apetite. Usando o seu tacape ele parte para cima dos malfeitores com o seu estridente grito “Capitão Caveeernaaaa!”. Voando ou dirigindo o seu Caverna’s Car, não importa, este homem das cavernas é um desmancha prazeres para os criminosos pois ele é tremendamente forte, se não fosse tão ingênuo e atrapalhado as coisas até seriam mais fáceis.

Depois de ter agido muito na idade da pedra, o Capitão Caverna ficou congelado durante eras e acordou em pleno século 20. De volta ao serviço, ele recebe a ajuda de três maravilhosas e corajosas garotas para se acostumar aos novos tempos: Sabina, Néli e Gilda, mais conhecidas como As Panterinhas.

Viajando num forgão, Capitão Caverna e as suas amigas procuram desvendar casos misteriosos, que envolvam roubos e fantasmas assustadores. No final sempre acabavam desmacarando o suposto fantasma que na verdade era alguém se passando pela criatura a fim de atingir algum propósito.  Dee Dee Skyes é a mais inteligente do grupo e por isso mesmo acaba atuando indiretamente como líder; Brenda é a medrosa que vive correndo das criaturas que o grupo encontra; e Taffy Dare, conhecida por seu grito de “Zowie!” ela sempre tem um plano para pegar os criminosos.

No Brasil.


No Brasil, onde recebeu o título de Capitão Caverna e as Panterinhas o desenho foi exibido pela primeira na TV Globo em março de 1978, sendo levado ao ar às 13h30. No ano seguinte fazia parte dos desenhos da faixa HB 79, que era mostrada às 17h. Ficou na Globo até por volta de 1983.

Recentemente foi adquirido pelo SBT para exibições no Sábado Animado. Também foi exibido no canal por assinatura Boomerang.

O desenho teve duas dublagens que além de elencos de vozes diferentes mudou o nome de alguns personagens. Na dublagem original feita pela Herbert Richers, as ajudantes do herói eram chamadas de Sabina (não Sabrina, a negra) Nelly (morena) e Gilda (loira). Já na redublagem feita pela Cinevídeo as meninas eram: Brenda (negra), Kelly (não Nelly, a morena) e Sabrina (loira).



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin