Emissora: CBS.
Emissora no Brasil: Rede Globo, TV Bandeirantes, TV Record e TV Manchete.
Transmissão Original: de 8 de setembro de 1973 a 22 de dezembro de 1973.
Duração: 20 minutos.
Temporadas: 1 (16 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Hanna-Barbera Productions.

O Desenho.


Speed Buggy estreou no dia 8 de setembro de 1973 na emissora americana CBS e logo se tornou mais um daqueles clássicos animados do estúdio sobre jovens adolescentes.

O espetáculo de animação, com meia hora de duração, usava a antropomorfização do buggy se baseando no sucesso do fusquinha Herbie em Se Meu Fusca Falasse. O estúdio voltou a criar carros antropomórficos em Carangos e Motocas.

Apesar de não ter um cachorro falante, e sim um carro, o desenho tem muito de Scooby-Doo, inclusive a semelhança física entre o personagem Titi (Tinker), motorista do Chispinha, e Salsicha é muito grande.

Speed Buggy teve apenas 16 episódios produzidos, mas que alavancaram a audiência aos sábados de manhã nos Estados Unidos quando estreou. Apesar de não ter alcançado um esmagador sucesso de merchandising, ainda ganhou uma adaptação em quadrinhos, mas não em título próprio, tendo que dividir as revistas com outros títulos da Hanna-Barbera. Esteve em nove edições de julho 1975 a novembro de 1976.

Chispinha e Tito participaram também do desenho Ho-Ho Límpicos, fazendo parte da equipe “Assombrados”, ao lado de nomes como: Jeannie, Hong Kong Fu, Scooby-Doo e Falcão Azul. Chispinha também esteve e em um episódio do Johnny Bravo, chamado “Bravo-Dooby-Doo” e em Harvey o Advogado no episódio “Caçada a Chispinha”.

A História.


Montado à partir de peças de um desmanche o buggy Chispinha ganha vida e inteligência através do um controle remoto em que é operado. Assim, Chispinha pode enxergar através dos seus faróis, se contorcer de forma humana, usar os pneus dianteiros como mãos e até falar por uma fenda existente em seu capô.

Apesar das particularidades do veículo, ele na verdade não passa de um buggy para disputar corridas, por isso sua equipe de competições vive encontrando maneiras de aperfeiçoá-lo para vencer as disputas. Lógico que tudo é posto de lado quando a equipe precisa solucionar alguns mistérios ou simplesmente defender Chispinha de vilões querendo capturar o carro, por considerá-lo extremamente potente ou para descobrir o segredo do veículo falar.

Seu piloto e mecânico é o magricelo Tito, ele conta sempre com a ajuda da bela Debora e do metido a galã Mauro.

 

No Brasil.


No Brasil Speed Buggy ficou conhecido como Chispinha(!). Por aqui ganhou a dublagem de Olney Cazarré, e apesar do trabalho primoroso de Mel Blanc dando vida ao carro no original, Cazarré (também conhecido pela voz do Pica-pau) não deve em nada ao ator americano.

Estreou na Rede Globo em 1974 no horário chamado Hanna-Barbera-74 e ficou na programação da emissora até o ano seguinte. Em 1979 foi para a TV Bandeirantes onde cobriu o horário vespertino até 1980.

Na TV Record chegou em 1983 e foi exibido no canal até o final de 1985, passando no ano seguinte a fazer parte dos desenhos exibidos no Clube da Criança, na extinta TV Manchete. O desenho deixou de ser exibido em 1988.

Só voltou à programação brasileira nos anos 2000 quando o canal por assinatura Boomerang voltou a exibir as aventuras de Speed Buggy e sua turma.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin