Emissora: Fuji TV.
Emissora no Brasil: TV Tupi, TV Gazeta e TV Record.
Transmissão Original: de de 2 de abril de 1969 a 24 de setembro de 1969.
Duração: 21 minutos.
Temporadas: 2 (26 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Tatsunoko Productions.

O Desenho.


O desenho Judoka (Kurenai Sanshiro) foi um clássico das artes marciais, despontando como uma das mais violentas produções da Tatsunoko, que dois anos antes produzira o megassucesso Speed Racer.

Com o traço arrojado de Tatsuo Yoshida (um dos fundadores do estúdio Tatsunoko), o herói San tinha o rosto igual ao de Speed, e além dessa semelhança fisionômica, apareceu também um inspetor de polícia que era idêntico ao que aparecia pedindo a ajuda de Speed.

A produção era ousada, com belos efeitos visuais e clima vibrante, embora a animação utilizasse apenas 12 quadros por segundo (metade do convencional), o que resultava em sequências mais estáticas. A cena mais marcante do desenho era o momento em que San lançava sua camisa de judô para cima e a vestia em pleno ar, numa bela sequência em câmera lenta.

A série animada produzida pela Tatsunoko foi ao ar em Fuji TV a partir de 2 de abril de 1969 a 24 de setembro de 1969, totalizando 26 episódios.

O tema do desenho era interpretado por Hironobu Kageyama, roqueiro da banda Lazy, que ficou famoso com os temas de Changeman, Maskman e Dragon Ball Z.

Antes de Judoca se transformar numa série animada de televisão, ela apareceu inicialmente como um mangá ilustrado por Tatsuo Yoshida, com roteiros de Ippei Kuri e Yutaka Arai e publicada pela Shueisha no magazine Shonen Book entre janeiro de 1961 a março de 1962. Posteriormente surgiu novamente num outro mangá, também ilustrado por Tatsuo Yoshida com roteiro de Ippei Kuri, que foram publicadas pela Shogakukan e Shueisha nos magazines Weekly shonen Sunday e Weekly Shonen Jum, entre 10 de fevereiro de 1968 a 13 de março de 1969.

A História.


A história do desenho começa quando o mestre da escola de judô Kurenai é assassinado por um misterioso lutador caolho, fazendo com que seu filho, Sanshiro Kurenai, parta pelo mundo em busca de vingança, tendo como única pista um olho de vidro que o criminoso perdeu durante a luta. Sanshiro Kurenai aprendeu arte marcial com seu pai e por isso procurava provar que o estilo da escola Kurenai ainda era o melhor do mundo. O jovem aventureiro combinava suas habilidades acrobáticas à tradicional arte marcial do judô, criando um estilo único.

Sua busca pelo Caolho, aliada a seu forte senso de justiça o levava a viver muitas e perigosas aventuras ao redor do mundo e a tornar-se uma espécie de justiceiro ou um grande aliado da lei, ajudando a polícia a capturar criminosos e bandidos perigosos e aperfeiçoando sua técnica marcial.

Em sua busca incessante, o herói usava uma moto para percorrer diversas cidades e era acompanhado, muitas vezes, de seu fiel cachorro Xereta e o garoto Ken que sempre quando era necessário jogava o Kimono vermelho para San entrar em ação. Finalmente no final da série San encontra com o Caolho para a batalha final

No Brasil.


O desenho Judoka pode ser considerado um dos melhores animes que já passaram na televisão brasileira em todos os tempos.

Chegou ao Brasil com grande sucesso em 1975, quando foi exibido pela TV Tupi até 1984. Anos mais tarde a produção foi reprisada pela TV Gazeta e TV Record.

A distribuição brasileira foi feita pela V.T.I. Network e a dublagem realizada pela Technisom no Rio de Janeiro.

 

No Brasil.


No Brasil o desenho teve uma boa aceitação, quando foi exibido pelo SBT, no final da década de 1980, nas terças e sextas-feiras numa faixa própria e dentro do Show Maravilha.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin