Emissora: ABC.
Emissora no Brasil: Rede Globo, TV Bandeirantes, TV Record e Cartoon Network.
Transmissão Original: de 7 de setembro de 1974 a 21 de dezembro de 1974.
Duração: 11 minutos.
Temporadas: 1 (16 episódios – 32 segmentos).
Cores.
Companhias Produtoras: Hanna-Barbera Productions.

O Desenho.


Quem é o super-herói?, O “sargento”?….Não. Rosemeire, a telefonista?…..Não. “Penry”, o humilde faxineiro?…..Pode ser. Mas como desconfiar logo desse molóide que vive pelos cantos calado com a única função de esfregar o chão da delegacia e de passar o espanador na mobília? Nossas dúvidas desaparecem quando chega um chamado telefônico e “Penry” larga sua vassoura no chão, pula em direção a última gaveta de um fichário, que após quatro batidas dadas pelo gato “China” a primeira gaveta se abre com o nosso super-herói.

Hong Kong Fu talvez seja um campeão de reprises. Com apenas 16 episódios produzidos, o desenho foi visto constantemente durante as décadas de 1970 e 1980 (por isso aparenta ter muito mais episódios). Trata-se de uma óbvia sátira ao popular seriado Kung Fu, estrelado por David Carradine.

A História.


Henry Pooch trabalha na Delegacia de Polícia de uma grande metrópole, comandada pelo Sargento Flint (Sergeant Flint). Rosemeire (Rosemary), a telefonista, atende diversas ligações sem parar com pedidos de socorro. Ao ouvir os problemas relatados por Rosemeire, Penry discretamente sai de cena, para se transformar no defensor da justiça Hong Kong Fu, um cachorro especialista em artes marciais que para combater o crime, usa um quimono vermelho e uma máscara sobre os olhos para manter sua identidade secreta que apenas a gatinha China conhece. O herói enfrente os mais variado vilões, tão malucos e estranhos quanto ele próprio.

China (Spot) é a parceira de aventuras do herói, uma gata listrada que está sempre dormindo sobre o armário de arquivos da delegacia, a gatinha não diz uma só palavra, mas com seus gestos consegue transmitir a sua decepção com o nosso atrapalhado herói, afinal enquanto ele perde seu tempo consultando um velho livro de artes marciais para saber qual golpe aplicar em seus inimigos e resolver seus casos, a gata China acaba resolvendo o caso, livrando Hong Kong Fu das enrascadas sem que ele perceba e deixando o herói canino sempre com a sensação de que o herói foi ele.

A dupla usa sempre em suas missões o Fu Móvel (Phooeymobile), um carrinho verde que tem a aparência de um quiosque chinês, mas que pode assumir inúmeras formas através de um pequeno gongo chinês que, ao ser tocado, transforma o veículo

No Brasil.


Estreou na Rede Globo em 1975 dentro da faixa vespertina intitulada Hanna Barbera 75. No ano seguinte integrou a programação do infantil Globo Cor Especial. Em 1978 começou a ser exibido pela TV Bandeirantes onde ocupou variados dias e horários.

Em 1983 a TV Record começou a apresentar o Hong Kong Fu em suas tardes reservadas ao público infantojuvenil. Na emissora ficou até 1984. Em 1994 foi exibido pelo canal por assinatura Cartoon Network.

Hong Kong Fu teve tanto sucesso no Brasil que ganhou um gibi próprio em 1978, pela editora Idéia Editorial. Nos anos 80 foi um dos destaques na revista Astros da TV , da editora Abril.

Seu sucesso por aqui também se deveu a excelente dublagem de Orlando Drummond, também responsável pelas vozes de Scooby-Doo e Popeye.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin