Emissora: ABC.
Emissora no Brasil: Rede Globo, TV Bandeirantes e Rede Manchete.
Transmissão Original: de 8 de setembro de 1973 a 22 de dezembro de 1973.
Duração: 30 minutos.
Temporadas: 1 (16 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Hanna-Barbera Productions.

 

O Desenho.


Na década de 1970 a televisão iniciou uma tendência de transformar seriados de sucesso em desenhos animados. Bons exemplos foram os desenhos Jeannie, Lassie Socorro, Emergência, Meu Marciano Favorito, entre outros. Foi quando a rede de TV americana ABC encomendou à Hanna-Barbera um desenho animado baseado no seriado A Família Dó Ré Mi, mas queria algo nos moldes de Scooby-Doo para exibir nas manhãs de sábado animado. Assim, surgia Goober e os Caçadores de Fantasmas, produzido com base nas histórias do cão detetive de sucesso, com um grupo de adolescentes xeretas e um cachorro inteligente como protagonistas.

A animação, que estreou no dia 8 de setembro de 1973, foi produzida por Iwao Takamoto e teve a direção de Charles A. Nichols. Apesar da boa repercussão não alcançou o sucesso de Scooby e durou apenas uma temporada sendo cancelado no dia 31 de agosto de 1975.

Os integrantes da Partridge Family Laurie, Danny e Chris chegaram a participar de 8 dos 16 episódios produzidos de Goober, o que acabou servindo de teste para que eles ganhassem, já no ano seguinte, um desenho próprio, com o título de A Família Dó-Ré-Mi (The Partridge Family 2200 A.D.).

A História.


O desenho mostrava um grupo de intrépidos jovens repórteres se aventurando por museus antigos, mansões mal-assombradas, florestas escuras e outros lugares tenebrosos, à caça de mistérios que envolvessem criaturas assustadoras, monstros e fantasmas reais. Na verdade esse era o grande diferencial do desenho, já que enquanto em Scooby-Doo os vilões não passavam de pessoas comuns vestidas, em Goober não, os fantasmas eram reais.

A intenção do grupo era publicar em sua revista Mistérios Inexplicáveis, os casos investigados. Para isso, eles contavam com os corajosos jornalistas Ted e Tina e o fotografo Gillie, sem esquecer do mascote do grupo e protagonista da série, o cãozinho Goober, responsável por parte das cenas cômicas do desenho.

Goober, era um bichinho medroso que ao invés de sair correndo quando se deparava com alguma criatura, tornava-se invisível. Quando desaparecia ficava à mostra apenas sua touca e sua coleira, o que sempre acabava ajudando a resolver o problema.

No Brasil.


No Brasil a série estreou em 1974 dentro da faixa reservada para animações da Rede Globo intitulada Hanna-Barbera 74, levada ao ar no final da tarde.

Em 1982 foi a vez da TV Bandeirantes reservar um horário para os desenhos do estúdio Hanna-Barbera e na lista de animações estava Gobber.

Foi para a TV Manchete em 1984 onde ficou até 1987 fazendo parte da programação dos infantis da época.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin