Direção: Ken Hughes.
Roteiro: Roald Dahl e Ken Hughes.
Ano de lançamento: 1968.
Duração: 145 minutos.
Estreia na televisão brasileira: (Rede Globo).
Cores.
Companhias Produtoras: Dramatic Features e Warfield.


Baseado no livro homônimo de Ian Fleming (autor de James Bond), O Calhambeque Mágico é uma comédia inglesa, voltada para o público infantil, que alcançou grande destaque quando lançada em 1968 pela Dramatic Features.

A primorosa obra orçada em US$ 10 milhões, imortalizou na mente de muitas crianças a lição de que nossos sonhos podem se tornar realidade.

Na fantasia musical do diretor Ken Hughes tudo é uma delícia de ver! Os efeitos especiais são mirabolantes, os cenário são bárbaros, com uma superprodução musical, recheada com clássicas músicas memoráveis como “Truly Scrumptious”, “Toot Sweets”, “Hushabye Mountain” e a indicada ao Oscar e tema título “Chitty Chitty Bang Bang.” Foi o 1º filme não produzido pela Disney que contou com o trabalho dos compositores Richard M. Sherman e Robert B. Sherman.

O filme se passa na primeira década do século XX quando um carro de corrida, que tinha ganho três grandes prêmios, sofre um acidente e fica totalmente queimado. Algum tempo depois duas crianças, Jemima e Jeremy, os filhos de Caractacus Potts (Dick Van Dyke), um inventor fracassado, veem a carcaça deste carro de corrida, que seria vendido por 30 xelins. Eles imploram ao pai que o compre, mas Potts está sem dinheiro e o avô das crianças (Lionel Jeffries, que curiosamente na vida real é mais novo que Van Dyke), que mora com eles, se encontra na mesma situação. Após uma tentativa desastrosa de vender uma de suas invenções para o Lorde Scrumptious, o fabricante de doces da região, Potts consegue acidentalmente dinheiro suficiente em um parque de diversões. Ele compra o carro e, milagrosamente, transforma um veículo que estava caindo aos pedaços em um carro novo em folha. Só como curiosidade, a placa do carro de Truly, CUB 1, é uma referência ao produtor Albert R. Broccoli, cujo apelido era Cubby.

Potts resolve fazer um piquenique com as crianças, para comemorar o carro novo. No caminho eles quase batem no carro de Truly Scrumptious (Sally Ann Howes), a bela filha de Lorde Scrumptious. Como o carro dela ficou atolado, eles a convidam a ir ao piquenique. Já na praia, todos se divertem e as crianças pedem ao pai que lhes conte uma história. Potts cria uma fantástica aventura, no qual o carro deles pode andar sobre a água e voar. No conto o barão Bomburst, o cruel ditador da Vulgária, quer o carro para ele e sequestra o vovô, pensando que é o inventor. Então Potts, Truly e as crianças voam no carro até a Vulgária, para libertá-lo.

O castelo do Barão Bomburst foi usado anteriormente como modelo para os castelos feitos nos filmes de animação Cinderela e A Bela Adormecida. Já o carro usado em O Calhambeque Mágico foi posteriormente vendido para um comprador particular, sendo ainda hoje exibido em exposições mundo afora.

 

ELENCO:

Personagens Elenco Dublagem
Herbert Richers
Caractacus Potts Dick Van Dyke Newton da Matta
Truly Scrumptious Sally Ann Howes Miriam Ficher
Vovô Potts
Lionel Jeffries Magalhães Graça
Barão Bomburst
Gert Fröbe André Luiz “Chapéu”
Baronesa Bomburst Anna Quayle Selma Lopes
Fabricante de Brinquedos Benny Hill José Santa Cruz
Lord Scrumptious
James Robertson Justice Paulo Flores
Jemima
Heather Ripley
Jeremy
Adrian Hall José Leonardo
Primeiro Espião
Alexander Doré Nizo Neto
Segundo Espião Bernard Spear Cleonir dos Santos



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin