É um desenho animado sobre uma criatura metade morcego e metade gato, inspirado no Batman,  que combatia o mal com ajuda do amigo Karatê.

Emissora: KTLA.
Emissora no Brasil: TV Excelsior e TV Record.
Transmissão Original: de 21 de abril de 1966 a 4 de outubro de 1967.
Duração: 26 minutos (6 por episódio).
Temporadas: 1 (100 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Hal Seeger Productions e Golden West Broadcasters.

O Desenho.


Em janeiro de 1966, a série Batman (aquela estrelada por Adam West e Burt Ward) começou a ser exibida na TV e logo de cara conquistou o público. Hal Seeger resolveu aproveitar o embalo e criou uma espécie de paródia animada da dupla dinâmica, surgia então o Batfino.

O desenho teve uma produção rápida, realizada às pressas e com muita economia, por muitas vezes reutilizando cenas de outros episódios, tudo para lançar o mais rápido possível o seriado e aproveitar a onda de Batman. Assim, Batfino foi lançado apenas três meses depois de sua fonte de inspiração. O desenho ainda durou 100 episódios, o suficiente para alcançar um grande sucesso. Cada episódio da série tinha apenas cinco minutos.

Os desenhos animados de Batfino foram produzidos nos Estados Unidos pela ‘Hal Seeger Productions’ entre 1966 e 1967, mas distribuído pela Screen Gems por syndicated, continuou a ser apresentado nas estações locais ao longo dos anos 80. A Nickelodeon também apresentou os episódios de Batfino por um breve momento em Weinerville e também na série de Nick in the Afternoon na década de 90. Em setembro de 2006, ele retornou pela U.S. como parte de Cartoons Without a Club e na linha de mistérios da Boomerang nos finais de semana.

No Reino Unido acabou tendo uma excelente repercussão e foi mostrado, pelo uma vez por ano, pela televisão inglesa entre 1983 a 1987, inicialmente pela BBC e depois na ITV Saturday.

 

A História.


Batfino era uma mistura de morcego com gato (!) que ao receber através de uma ligação de vídeo em sua caverna, saía para auxiliar o chefe de polícia de sua cidade contra uma série de supervilões bizarros. Geralmente os comunicados de crimes eram dados pelo Chefe, o consultor de Batfino .

Para combater o crime ele usava uma avançada tecnologia como o sonar-radar supersônico – que procurava os bandidos e retorna para o herói mostrando suas localizações – e sua inseparável capa que funcionava como uma couraça de aço e o permitia voar, destaque para essa última que o herói sempre falava seu bordão ao usar: “suas balas não me atingem, minhas asas são como uma couraça de aço”. Apesar de falar que suas asas eram de aço ele sempre levava consigo uma latinha com removedor de mancha para mantê-las sempre brilhando.

Ao lado do herói estava o seu ajudante oriental Karatê, um grandalhão que era especialista em artes marciais e servia também como motorista do Batilac, o super  fuscão cor-de-rosa com asas de morcego na traseira, equipado com um plutônio thermo-nuclear. O curioso é que, em setembro do mesmo ano, o herói Besouro Verde (da Fox, a mesma que produzia Batman) chegaria à televisão também acompanhado de um ajudante oriental – vivido pelo astro Bruce Lee.

Juntos a dupla enfrentava perigosos vilões como: Hugo A-Go-Go,  o vilão principal da série, que passava o tempo inteiro dentro do seu laboratório criando algum tipo de invenção para conseguir derrotar Batfino e assim dominar o mundo. Ele também sempre conseguia escapar todas as vezes que Bat Fino o prendia, para infernizar a vida do herói no episódio seguinte. Ele também às vezes conversava com o narrador da série.

Já o vilão Ernie Orelhudo, que tinha a habilidade incrível de escutar combinações de cofres; o Ultra-Sônico, que, com seu avião a jato, ultrapassava a barreira do som, explodindo as janelas da cidade para depois vender vidros de reposição e o Fatman, que assaltava clubes para gordos. Para enfrentar esses sujeitos o herói muitas vezes se via numa situação aparentemente fatal, então a ação era pausada e o narrador perguntava dramaticamente se o herói escaparia daquele perigo, tudo bem parecido com o seriado do Batman.

 

No Brasil.


No Brasil, onde ficou bem conhecido, o pequeno herói estreou na Tv Excelsior no final da década de 1960, sendo reprisado na década de 1980 pela Rede Record.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin