Emissora: Rede Globo e Viva.
Transmissão Original: de 31 de março de 1996 a 31 de março de 2002.
Duração: 60 minutos.
Temporadas: 7 (241 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Rede Globo.

A Série.


Uma criação de Luiz Gustavo e Daniel Filho, o programa Sai de Baixo era exibido semanalmente no final da noite de domingo às 22h30. Os textos do programa eram de Miguel Falabella, Maria Carmen Barbosa, Noemi Marinho, Flávio de Souza, José Antônio de Souza, entre outros. Já a direção foi de Daniel Filho, Denis Carvalho e José Wilker.

Com episódios de 30 minutos,  o programa trazia de volta à televisão brasileira o que os norte-americanos chamam de sitcom, a comédia de situação gravada com plateia. As gravações eram realizadas no Teatro Procópio Ferreira. O programa estreou no dia 31 de março de 1996.

O programa inicialmente teria o nome  de Amigos, Amigos e foi oferecido ao SBT, que o rejeitou sendo aceito em seguida pela Rede Globo, com o desafio de ganhar do Topa Tudo por Dinheiro, programa comandado por Sílvio Santos no SBT. Já na sua estreia Sai de Baixo alcançou a marca de 26 pontos de audiência, empatando com o SBT. A audiência só cresceu retomando o primeiro lugar para a Rede Globo.

Na segunda temporada a atriz Cláudia Jimenez saiu do programa devido a brigas com os diretores e roteiristas. No seu lugar foi escalada a atriz Ilana Kaplan, que saiu após apenas 4 semanas. A audiência do Sai de Baixo chegou a cair na ocasião mas foi retomada com o episódio da terceira temporada “Toma que o Filme é Teu”, transmitido ao vivo.

Em maio de 1999 Tom Cavalcante pediu uma licença de 1 mês de Sai de Baixo para se dedicar à produção do piloto do Megatom – a ser apresentado por ele a partir do início do ano 2000. Mas ao se despedir no ar, o ator foi afastado do programa pela emissora e em seguida demitido da atração.

Em 1999, mais um personagem entrou em cena: Caquinho, o filho de Caco e Magda, interpretado pelo garoto Lucas Hornos. Na temporada do ano 2000, entraram para o elenco Ary Fontoura e Luís Carlos Tourinho, quando a família decide abrir um restaurante, o Arouche’s Place. O cenário então deixou de ser o apartamento de Vavá e transformou-se no bar.

Uma das marcas de Sai de Baixo era o improviso dos atores, os chamados “cacos”, que passaram a ser enfatizados a cada programa. As gravações eram feitas em duas sessões e a edição aproveitava os melhores momentos de cada uma. Mais tarde constatou-se que os erros divertiam o público, e portanto passaram a ser incluídos na edição.

Foram gravados e exibidos 4 novos episódios com parte do elenco original, em comemoração aos 3 anos do canal Viva, entre 11 de junho a 2 de julho de 2013. Os mesmos episódios foram exibidos na Globo entre 3 de novembro a 24 de novembro de 2013, marcando a volta do sitcom aos domingos e foi substituída pela segunda temporada da série Junto e Misturado.

A História.


A história do programa começou quando a viúva Cassandra (Aracy Balabanian), sua filha Magda assumidamente burra (Marisa Orth) e o genro Caco Antibes (Miguel Falabella), foram morar com seu irmão Vavá por necessidade financeira. Obrigado, moralmente, a recebê-los, Vavá, sua empregada Edileusa (Cláudia Jimenez) e o porteiro Ribamar (Tom Cavalcanti), fazem de tudo para tornar a vida de seus hóspedes indesejáveis um inferno.

Além de ter que aturar a irmã megera, a sobrinha com cérebro de ostra e o marido malandro dela, que sempre surge com ideias mirabolantes para ganhar dinheiro fácil, Vavá (Luís Gustavo) tem que arcar com todas as despesas sozinho e vive abrindo empresas para levar a vida, mas todas acabam falindo, como a agência de viagens VavaTur. Vavá é quem paga as contas, os gastos excessivos de Cassandra, as dívidas de Caco, os deslizes de Magda e ainda resolve confusões da empregada Edileuza e do porteiro Ribamar.

As histórias semanais sempre giravam em torno desses personagens, embora variassem a cada semana. Além disso, muitos artistas faziam participações especiais nos episódios, como Francisco Cuoco, Lima Duarte, Arlete Salles, Diogo Vilela, Suzana Vieira e Édson Celulari, entre outros

Durante os episódios Edileusa acabou saindo do apartamento de Vavá e a doméstica Lucinete assumiu seu posto, mas não ficou por muito tempo, cedendo seu lugar a Neide Aparecida, uma empregada que costumava vestir roupas justas e decotadas e rebolar sensualmente ao estilo da cantora Gretchen. Neide chamava Cassandra de “Dona Cascassandra” e “Cassy” e também atuou como faxineira do restaurante Arouche’s Place. Neide só saiu do programa para dar lugar a Sirene.

O casal Caco e Magda acabou tendo um filho, o Caquinho, que inicialmente aparecia num carrinho de bebê eletrônico e depois foi interpretado pelo ator Lucas Hornos. O garoto acabou sendo mandado para um internato.

Na série ainda apareceram  o  Pereira (Ary Fontoura), dono do restaurante Arouche’s Place que se casou-se com Cassandra e era um tremendo sovina; e Ataíde (Luiz Carlos Tourinho), um puxa-saco de Pereira que atuava como porteiro do prédio.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin