Emissora: NBC.
Emissora no Brasil: TVS e Boomerang.
Transmissão Original: de 9 de setembro de 1978 .
Duração: 7 minutos.
Temporadas: 1 (16 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: DePatie-Freleng Enterprises.

O Desenho.


Crane, A Cegonha Perna-Fina foi mais uma bem sucedida produção do estúdio DePatie-Freleng Enterprises, sempre com histórias bem humoradas e ágeis. O desenho estreou no dia 9 de setembro de 1978 e acabou se tornando mais um daqueles clássicos programas criados pelo estúdio.

Crane, o cegonha estorvado, era na verdade um personagem secundário que debutou no desenho Toro e Pancho no dia 25 de dezembro de 1969 e após o sucesso alcançado acabou virando coadjuvante constante nos desenhos do estúdio, fazendo aparições em Cobrinha AzulPoderoso Cachorrão até desaparecer das telas em 1974. Seu grande retorno veio quatro anos mais tarde, quando ele foi escolhido para estrelar seu próprio segmento em The All-New Pink Panther Show.

O programa de baixo custo, com David H. DePatie e Friz Freleng aproveitando muitas vezes cenários já usados no próprio Toro e Pancho, investia mais nas trapalhadas da personagem e nos roteiros engraçados para segurar seu público. Apesar dos bons roteiros durou apenas 16 episódios com 7 minutos de duração cada.

A História.


Crane é um cegonha amarelo e magricelo que chama atenção pelo jeitão sossegado de agir. Completamente desajeitado, ele tem grande dificuldade para fazer suas aterrissagens e por isso costuma sofrer as mais engraçadas trombadas.

Vive calmamente à beira de uma lagoa com seu filho Crane Jr., mas basta bater uma fominha que parte em busca do seu prato favorito o Dragonave, uma mistura de mosquito com dragão que cospe fogo e dificulta sempre a sua captura. As perseguições ao monstrinho são acompanhadas por inúmeras situações cômicas graças à maneira embaraçada de ser de Crane. Crane Jr. morre de vergonha do pai tão desastrado e muitas vezes esconde sua cabeça num saco de supermercado.

Em alguns episódios Crane divide a missão de capturar o bichinho voador com o amigo Kremlin, um cegonha de chapéu vermelho que o trata por “amigão”. Ambos fazem de tudo para ajudar um ao outro na captura, mas basta o Dragonave ser pego, que eles o escondem do amigo para devorá-lo sozinho. A tentativa de esconder a refeição acaba sempre fazendo o Dragonave escapar novamente.

 

No Brasil.


No Brasil, onde foi distribuída pela United Artists, a animação foi exibida dentro da faixa reservada à Pantera Cor de Rosa, estreando em 1982 pela extinta TVS, no horário nobre da emissora às 21h15. Em 1985 o desenho foi exibido no programa do palhaço Bozo e no ano seguinte foi mostrado aos domingos às 9h. Em 1988 fez parte do pacote de desenhos do programa Show Maravilha.

Foi exibido pelo Boomerang com uma redublagem realizada pela Herbert Richers.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin