Emissora: ABC.
Emissora no Brasil: Rede Globo e Warner.
Transmissão Original: de 14 de outubro de 1972 a 26 de abril de 1975.
Duração: 50 minutos.
Temporadas: 2 (63 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Warner Bros. Television.

A Série.


Segundo conta a lenda, a ideia básica da série Kung Fu foi imaginada por Bruce Lee – que mostrava interesse em viver o personagem, um andarilho vindo da China que se aventura pelo Oeste americano no século XIX. Para sua surpresa, o produtor Ed Spielman, que tinha estudado Kung Fu e o idioma Chinês, escreveu uma pequena história sobre um viajante que se encontrava com um Monje Shaolin, e logo transportou a história para o Velho Oeste Americano transformando-a num roteiro.

A história foi comprada pela Warner para ser exibida como filme do mês da ABC, mas para a surpresa de Lee, Spielman assumiu a autoria e escolheu David Carradine para interpretar Kwai Chang Caine. Depois do sucesso do filme, a história de Caine transformou-se no seriado Kung Fu, uma das lendas da história da TV.

O programa ficou famoso pela câmera lenta em cenas de luta e os flashbacks onde os mestres Kan e Pô ensinavam lições para o aprendiz em um Templo Shaolin. A série está recheada de lindas mensagens da Filosofia Oriental, mostradas por meio das atitudes de Caine quando encontra algum problema em seu caminho. O termo “gafanhoto” (como o Mestre Po chamava o jovem Kwai Chang Caine) virou referência obrigatória.

Mesmo Bruce Lee não sendo escolhido para o papel, por ironia do destino, um filme com Chang Caine foi produzido para a TV em 1986 e contava com a participação de Brandon Lee (que vivia o filho de Caine). Dizem ainda que ele foi responsável pelo processo de elaboração da série e supostamente, algumas ideias creditadas a Ed Spielman teriam sido oriundas de Bruce Lee.

Em 1993, uma nova versão foi lançada. Ambientada nos tempos modernos, a série mostrava as aventuras do neto de Caine e de seu filho – um jovem policial em busca de aprendizado.

 

A História.


Kwai Chang Caine era um mestiço (americano-chinês) que fugiu da China depois de matar um poderoso nobre. Ao chegar nos Estados Unidos, ele começou uma peregrinação sem destino certo. Tendo sua cabeça “a prêmio”, a 10 mil dólares se entregue vivo, tanto caçadores de recompensas chineses quanto americanos o perseguiam. Ele ainda tinha que enfrentar o racismo dos americanos, pois nos Estados Unidos os chineses eram explorados como mão de obra “quase” escrava.

O andarilho odiava a violência e só utilizava seu conhecimento em artes marciais como último recurso. Por isso a série ensinava que a vida podia ser bem melhor se fôssemos compreensivos, mostrando que a violência nem sempre era o melhor recurso para os males que temos. Quando passava por alguma dificuldade, Caine relembrava seu tempo de estudante em um Templo Shaolin. Caine carregava uma flauta, pois um mestre Shaolin devia dominar uma das formas da arte. O personagem principal, supostamente, teria um meio-irmão mais jovem, Danny, que também estaria nos Estados Unidos. Ele desejava encontrar-se com Danny, mesmo não tendo quase informações acerca dele.

 

No Brasil.


No Brasil a série Kung Fu alcançou um grande sucesso sendo exibida em meados de 1973 pela Rede Globo. A repercussão foi tão grande que a Livraria José Olympio Editora, publicou alguns livros da série, todos traduzidos para o Português. A dublagem ficou a cargo da Cinecastro, mas após o estúdio passar por problemas financeiros no início dos anos 70 acabou sendo vendida e recebeu o nome de Televox. 

Na década de 1980 a TV Bandeirantes exibiu a terceira temporada do seriado, agora dublada pela Herbert Richers. Já na década de 1990 a série foi reprisada pela “Warner Channel” em horário nobre.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin