É um desenho da Hanna-Barbera, lançado nos anos 70, sobre o fusquinha Wheelie, fugindo dos problemas causados por uma gangue de motos malvadas.

Emissora: NBC.
Emissora no Brasil: Rede Globo, TV Bandeirantes, Rede Manchete, Rede Record e Boomerang.
Transmissão Original: de 7 de setembro de 1974 a 30 de agosto de 1975.
Duração: 30 minutos (6 minutos por segmento).
Temporadas: 1 (13 episódios – 39 segmentos).
Cores.
Companhias Produtoras: Hanna-Barbera Productions.

 

O Desenho.


Herbie já era um consagrado fusquinha quando o segundo filme do carrinho foi lançado em 1974 com o título de As Novas Aventuras do Fusca. O fusquinha de corrida com personalidade própria tinha o poder de conquistar os corações das crianças, em parte, porque o veículo popular da Volkswagen tem uma graciosidade particular, mas também porque dar uma personalidade carinhosa a um veículo foi uma ideia inteligente e lucrativa.

Aproveitando a repercussão do segundo filme de Herbie, Hanna e Barbera decidiram lançar em 1974 um desenho sobre um fusquinha também com personalidade própria, o carrinho Wheelie. O desenho, que no Brasil ficou conhecido como Carangos e Motocas (Wheelie and The Chopper Bunch), estreou na NBC no dia 7 de setembro daquele ano e durou 39 episódios de 6 minutos cada. A ideia era criar um desenho onde todos os os personagens fossem veículos, não existindo a presença de seres humanos.

 

A História.


O fusquinha Wheelie, era vermelho e com olhos azuis. Amável, esperto e extremamente corajoso, ele só tinha um pequeno problema: Wheelie era o único que não falava no desenho, ele apenas emitia sons pela sua buzina e se comunicava com mensagens escritas em seu vidro dianteiro.

Wheelie namorava a fusquinha Rota, uma charmosa conversível amarela tão graciosa quanto a Penélope Charmosa. A única coisa que o casalzinho pretendia era passear juntos, vivendo de amor, mas uma gangue de motocicletas, a temível “Turma do Chapa” (na redublagem chamada de Bando do Motocão), não deixava o casal em paz, sempre criando armadilhas para acabar com o pobre Wheelie, tudo para que o líder da gangue conseguisse conquistar o coração da fusquinha Rota.

A “Turma do Chapa”, era composta por quatro integrantes: incluindo o líder que dava nome a gangue e seus capangas Avesso, Risada e Confuso que se encarregavam de arquitetar as maldades direcionadas a Wheelie. Obviamente, a coragem e esperteza do fusquinha sempre colocavam um fim nos planos da turma, que terminava se dando mal no final dos episódios, motivos de sobra para o pequeno Confuso repetir: “Eu disse, eu lhe disse”.

 

No Brasil.


O desenho teve uma boa repercussão no Brasil, chegando a ganhar histórias em quadrinhos por aqui.  Carangos e Motocas estreou em 1975 na Rede Globo dentro de uma faixa reservada para os desenhos da Hanna Barbera, de segunda à sexta-feira às 17h45.

Passou a ser exibido em 1978 na TV Bandeirantes diariamente às 18h20, numa programação que incluía o golfinho Flipper. Apareceu ainda nas manhãs da emissora no início dos anos 80, antes de ser adquirido em 1986  pela Rede Manchete para compor a programação do Lupu Limpim Clapla Topo.

Nos anos 90 foi mostrado na Rede Record, nas manhãs de sábado, onde recebeu uma redublagem que acabou trocando alguns nomes dos personagens . Recentemente foi reprisado pelo canal a cabo Boomerang.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin