É um desenho animado com aventuras do herói Capitão América, que empunhando seu escudo luta contas as forças do mal.

Emissora: Syndicated.
Emissora no Brasil: TV Tupi e Rede Globo.
Transmissão Original: de 1 de setembro de 1966 a 1 de dezembro de 1966.
Duração: 8 minutos.
Temporadas: 1 (13 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Grantray-Lawrence Animation.

O Desenho.


O desenho animado que trazia o herói Capitão América às telinhas estreou em 1966, ao lado de mais quatro personagens, cada um protagonizando o seu próprio desenho, Hulk, Namor, o Homem de Ferro e Thor. A animação era rudimentar e aproveitando praticamente os próprios desenhos feitos para as HQs. Os personagens mal se moviam, não andavam, mas sim deslizavam na tela; nos diálogos só as bocas mexiam; eles tinham apenas piscadas de olhos durante closes e ainda, muitas cenas eram reaproveitadas em vários episódios. Junto com efeitos sonoros de socos, por exemplo, surgiam onomatopeias grafadas na tela como: “Pow!” e “Soc”.

Em suas aventuras, Capitão América combatia soldados nazistas, lutava contra o comunismo russo e defendia a bandeira e o povo americano contra qualquer ameaça à sua nação. O principal vilão das aventuras era o temível Crânio Vermelho (nos quadrinhos conhecido como Caveira Vermelha).

Com aventuras iniciadas na revista em quadrinhos Vingadores 4 (março de 1964), quando o Capitão América reestreou nos quadrinhos, Thor, Homem de Ferro, Homem Gigante e Vespa, além da Feiticeira Escarlate, Mercúrio e Gavião Arqueiro, apareceriam em vários episódios do Capitão América.

 

A História.


Steve Rogers nasceu durante a grande depressão, cresceu franzino, numa família pobre. Em 1940, vendo nos cinemas os horrores nazistas, decidiu se alistar no exército para combater na guerra, porém era muito magro e doente, não preenchendo os requisitos para se tornar um soldado.

Mesmo recusado pelo exército, Steve se inscreveu em um programa de pesquisas militares. Por seu caráter perseverante foi escolhido entre muitos para ser cobaia do “Soro do Supersoldado” desenvolvido pelo Dr. Reinstein no experimento especial, “Operação: Renascer”. Logo após a aplicação do soro, o corpo de Steve se desenvolveu de maneira assustadora, criando músculos e resistência sobre-humana. Por obra do destino, Reinstein foi assassinado por um espião logo após o sucesso do teste de Steve, e a fórmula morreu com ele. Assim Steve foi o único supersoldado criado no projeto.

O Governo lhe deu um uniforme, um escudo e o nome de Capitão América. Bucky Rogers, um pré-adolescente, tornou-se seu parceiro e juntos lutaram na Europa durante a guerra.

Na Alemanha encontrou o Caveira Vermelha, braço direito de Hitler, que se tornou seu pior inimigo. O fim da Guerra foi também o fim do sonho. Bucky morreu, e o Capitão, ao cair de um avião nas águas geladas do Canal da Mancha, foi dado como morto e ficou congelado por décadas no Ártico.

 

 No Brasil.


O desenho estreou no Brasil em 1967 pela TV Bandeirantes juntamente com as revistas em quadrinhos da Editora EBAL, como estratégia de uma grande campanha publicitária da companhia Shell, que distribuía exemplares das revistas gratuitamente nos postos de gasolina.

A abertura do desenho do Capitão América no Brasil, era exclusiva. Os desenhos, por aqui tiveram 3 dublagens, sendo a primeira a mais cultuada, pois tinha as músicas de abertura dubladas pelo grupo MPB4.

Quando os Heróis Marvel retornaram à TV, em 1975 (Tupi), a abertura brasileira não entrava mais no ar, pois havia se perdido nos arquivos. Assim, o Capitão América passou a ir ao ar com a abertura original em inglês. Em compensação, em 1982, quando o desenho foi exibido pela Rede Globo, recebeu uma redublagem da Herbert Richers e outra letra para a abertura do “Capitão” foi composta.

Mesmo com essa quase animação os desenhos fizeram bastante sucesso no Brasil, com os episódios exibidos também em dois programas muito conhecidos no passado, o programa do Clube do Capitão Aza e o Pullman Júnior.

No filme brasileiro O Homem Nu (1968), produzido com parte do patrocínio obtido pela citada companhia, pode-se ver com destaque pôsteres com os 5 super-heróis Marvel do desenho animado, colocados em uma vitrine: Capitão América, Hulk, Thor, Namor e Homem de Ferro.

Nos anos 90 e posteriormente nos anos 2000 foram lançados, primeiro em VHS e depois em DVD, vários episódios, dublados pelo estúdio paulista Marshmellow.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin