Emissora: CBS.
Emissora no Brasil: TV Tupi, TV Record e TV Rio.
Transmissão Original: de 17 de setembro de 1972 a 28 de fevereiro de 1983.
Duração: 30 minutos.
Temporadas: 11 (256 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: 20th Century Fox Television.

A Série.


A série M*A*S*H (Mash) retrata o cotidiano de médicos e enfermeiros de uma unidade móvel do exército americano durante a Guerra da Coreia. Debochados e irreverentes, eles fazem do humor a grande arma para enfrentar a realidade do campo de batalha.

M*A*S*H é baseada num filme homônimo lançado em 1970. O filme por sua vez foi inspirado num romance de Richard Hooker, pseudônimo de um famoso cirurgião, que viveu situação semelhante na Coreia. O longa foi lançado numa época em que os movimentos contra a Guerra do Vietnã atingiam seu mais alto índice. Ainda que o filme retratasse outra guerra, os espectadores viam Vietnã na tela e isso proporcionava inúmeros temas polêmicos. Graças ao sentimento anti Vietnã da época, o filme acabou se tornando um grande sucesso de bilheteria, chegando a receber o Oscar de melhor roteiro. M*A*S*H também foi indicado nas categorias melhor filme e atriz (Sally Kellerman).

A ideia de levar M*A*S*H para a TV foi de William Self, presidente da Twentieth Century Fox. A empresa não teria muitas despesas em produzir o seriado já que detinha os direitos da história e ainda mantinha os cenários utilizados no filme. Self contratou o produtor Gene Reynolds que dividiu o trabalho com o amigo e roteirista Larry Gelbart. Larry já havia estado na Coreia quando trabalhava para Bob Hope. Na equipe ainda estava o produtor associado Burt Metcaife, também responsável pela direção de elenco.

Muitas das histórias apresentada na séries eram baseadas em contos reais apresentados por cirurgiões que foram entrevistados pela produção da série. Alguns disseram que a série parecia ser uma alegoria à Guerra do Vietnã, principalmente ainda no desenvolvimento da série, entretanto os produtores trataram rapidamente de mostrar tratar-se de um tema geral sobre a guerra.

Numa carta dirigida a emissora de televisão um espectador contou cerca de 1973 piadas consideradas insanas e brincadeiras idiotas no espetáculo. Na realidade, o inferno nas unidades encorajaram este tipo de comportamento, como uma necessidade desesperada de rir de alguma coisa. M.A.S.H. manteve ao longo de todas as temporadas um conjunto relativamente constante de personagens, embora quatro em especial, Hawkeye, Mulcahy, Houlihan e Klinger apareceram em todos a onze temporadas.

A História.


O programa pra TV retratava o período entre junho de 1950 e julho de 1953, onde os Estados Unidos estavam em Guerra com a Coreia. Para cuidar dos feridos, o governo americano utilizava hospitais móveis. As histórias ficavam centralizadas na rotina do hospital móvel número 4077, comandado pelo capitão Benjamin Franklin Hawkeye. Enquanto testemunha uma batalha cruel e sem propósitos, ele tenta elevar o moral dos soldados com muito humor e descontração.

Entre os personagens de destaque da série estavam: o assistente oficial Walter Radar O´Reilly; a enfermeira-chefe Margaret Houliha, mais conhecida por Lábios Quentes; a oficial Maxwell Klinger, que faz de tudo para conseguir baixa; o severo coronel Henry Blake; o neurótico major Frank Burns, companheiro de quarto do Capitão Benjamin Franklin Hawkeye; e o brincalhão John Trapper McIntyre, o melhor amigo de Hawkeye. A série também conta com outros médicos e enfermeiras.

Ao longo dos episódios, Hawkeye presencia várias mudanças no acampamento: Trapper, Frank e Radar voltam para casa, Klinger assume o posto de assistente e B.J. Hunnicutt  se torna seu melhor amigo. Além disso, Hawkeye passa a dividir o quarto com outra pessoa, o arrogante e intelectual Emerson winchester III (David Ogden Stiers). O coronel Blake morre durante um ataque aéreo no Mar do Japão e é substituído pelo coronel Sherman Potter (Harry Morgan), um homem mais velho que embora seja austero acaba assumindo a figura de pai do grupo.

Os episódios de M*A*S*H contam ainda com as trapalhadas do insano Coronel Samuel Flagg (Edward Winter).

Durante a primeira temporada, Hawkeye tinha um companheiro de beliche, um negro chamado “Spearchucker” Jones, interpretado por Timothy Brown, que aparecia como neurocirurgião. O personagem desapareceu quando os produtores descobriram que não haviam doutores negros na Guerra da Coreia.

Ao longo da série os episódios passaram a ficar mais políticos, frequentemente retratando generais ou outras líderes do pelotão como cães de caça de glória incompetentes e insensíveis. Muitas dessas mudanças era particularmente escrita ou dirigida por Alan Alda.

No Brasil.


O seriado estreou no Brasil em 1974 na TV Tupi sendo levado ao ar terça-feira às 22h, numa faixa chamada Sessão Maior, onde era exibido junto com um longa metragem e o seriado Missão Impossível.

No ano seguinte começou a ser apresentado na TV Record e TV Rio, ainda mostrado às terças-feiras no horário das 22h e em 1976 transferiu-se para a TV Bandeirantes com sua transmissão diariamente às 23h30.

Entre os anos de 1977 e 1978 M*A*S*H retornou à TV Tupi, também sendo exibido às 22h.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin